esperança

F5 em você

17:49


30 dias para o ano acabar e estamos sentados dando F5 em uma página qualquer. Criar expectativas sobre um ano novo, novo ano é tão retrô, cansativo. Fazemos isso todo ano achando que o ano que vai agir para que as coisas aconteçam em nossas vidas, ilusão a nossa. Entra ano e sai ano e é sempre a mesma baboseira nas redes sociais com aqueles dizeres: "Dezembro me surpreenda" e outros mimimis. Mexa -se todos os dias, semanas, meses e anos. Não espere por ninguém e nem pelo tempo, apenas faça e seja. E pare de esperar que te surpreendam e surpreenda a si mesmo. De nada adianta esperar, o tempo passa e você fica parado nele, envelhecendo, contraditório, não?! 

You Might Also Like

8 Comentários

  1. Que as pessoas leiam teu texto nesse final de ano, amém.

    ResponderExcluir
  2. Nati,
    texto excelente. As coisas acontecem quando nós fazemos acontecer.

    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  3. Como diz uma colega: que tapa de luva.

    Ainda pouco comentei noutro blog: que diacho que já é dezembro e os planos que fiz ano passado ainda não se concretizaram? Tenho plena consciência de que eu sentei e vi 2013 passar.


    Lindo texto.


    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. ótimo esse post, o mês não deve nos surpreender e sim nós surpreender esse mês ♥
    Beijinhos
    Instagram
    Facebook do blog
    PARTICIPE DO SORTEIO NO BLOG E CONCORRA A UM DELINEADOR PRETO DA MAC
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente! hahaha graças à Deus tô conseguindo ser assim agora, sem esperar demais por nada nem ninguém.

    Beijos,
    http://www.infinitanowhere.com/

    ResponderExcluir
  6. Que as expectativas não sejam apenas no final do ano, mas diariamente.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  7. Se não nos movermos, certamente não obteremos mudanças.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Com certeza são palavras que muitos deveriam ouvir. Eu mesmo este ano me peguei rezando pra ele acabar logo, mesmo tendo consciência de que a culpa dos resultados inesperados não foi dele. Enfim, é hora de mudar a prece.

    Graziele Santos (http://lamiaparticolere.blogspot.com

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!