amor

nonagésima de saudade

setembro 02, 2015

Queria poder ouvir de ti o quanto fiz falta nesse tempo enorme, mas ao mesmo tempo curto. Saber o que você fez enquanto eu estava trabalhando doze horas por dia todos os dias e só pensava em dormir. E se isso não for possível, só quero que guarde durante todo o infinito os nossos momentos juntos, mesmo que poucos, foram bons em seus detalhes, ô que detalhes. A vantagem de estar longe é perceber que sentimos falta e o que sentimos não podemos sentir por não haver reciprocidade e a desvantagem é a segunda  parte da frase anterior junto com o fato de a pessoa ter nos deixado partir. Tudo é aprendizado, mesmo que deixe machucados toda a vez que for realizado. É inevitável, permitimos que isso aconteça, é involuntário. Não somos acostumados a trabalhar com a prevenção, ela vem depois que tropeçamos e nos ferimos no chão ou o chão nos fere. Enfim, é curtinho, mas o que tá aqui dentro é enorme. 

You Might Also Like

5 Comentários

  1. Que lindo oooo texto *-*
    Ameei!!!!! =D

    http://acidadeliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. putz, terminei um relacionamento agora, caiu como uma luva.

    Voltei a ativa no blog, passa lá.

    ResponderExcluir
  3. a saudade é sempre cruel com a gente né?

    lindo textinho ♥

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela sua visita no meu blog =D
    Espero novas postagens...

    beijinhos

    http://acidadeliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Porque é sempre depois da queda que a aprendemos a nos levantar, acredito que grande parte das coisas da vida são assim, é necessário passar pela experiência para depois aprender a preveni-la e a não tropeçar mais.
    Quem bom que você liberta as palavras quando elas chegam a ti numa enchente, é melhor do que se afogar nelas.

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!