#7Paradas7minutos: Perdida | 2

Imagem: Weheartit


Esvaziei a minha mente e pensei em todos os meus desejos mais urgentes, não digo os materiais e sim em me tornar uma pessoa melhor, mas pra mim e não para os outros. Ninguém mais, ninguém menos que o público que me acompanha nas redes sociais, que não são capazes de compartilhar meus trabalhos, apenas por não desejar o sucesso alheio. Preferem ficar como urubus do que ajudar qualquer pessoa.

Juntei B com A e vi que dava BA. Algo super comum e que há muito tempo não estava mais fazendo sentido pra mim, não me reconhecia mais como um ser com sentimentos, emoções, vontades reais e mais próximas de mim, que sempre estiveram aqui na minha frente e eu não conseguia enxergar. 
É aquele ditado né: "Você vê, mas não enxerga."

Tu começou a fazer sentido quando percebi que não precisava ser o que não era, não precisava procurar quem não me procura e nem aceitar coisas que não me fazem bem. Tudo pode parecer tão lógico pra ti, só que eu não conseguia encontrar lógica e muito menos sentido pra tudo isso.

Entendi que me basto, que pra ficar bem por dentro e por fora dependo apenas de mim, não estou fazendo mais parte dessa competição direta e indireta de quem faz mais, quem come mais, quem é o melhor melhor do mundo em alguma coisa pra se aparecer e viver de status.

Percebam comigo que a vida é bem mais do que isso, vai além de todas essas superficialidades que nos cercam diariamente tanto virtual quanto pessoalmente, fazendo com fiquemos deslocados, desconcertados, menosprezados e a cada dia de passa nos sentimos mais pobres por não adquirir tanto quanto pregam pra nós em todos os lugares.

Não precisamos de nada disso, precisamos apenas de nós mesmas.

0 Comentários