Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Saudade - um

A saudade está aqui dentro, a cada dia maior e mais viva, pulsante como se fosse um segundo coração. Não é algo fácil de lidar, na verdade, não sei lidar com isso, seja por vivos ou mortos, acho que os vivos é mais difícil ainda, tudo é difícil, nós que dificultamos tudo. Seria mais simples, brigar e fazer as pazes, andar de mãos dadas em um jardim que tem as mais belas flores, ver o por do sol numa tarde ociosa, sorrir um pro outro como se o nada fosse tudo e tudo fosse nada.  O que está dentro do nosso peito só nós sabemos, ainda mais nos momentos que queremos dizer sim quando dizemos não. O orgulho está presente, não queremos mais ser trouxas e nem que nos façam de gato e sapato, como se nossos corações fossem de papel. Hoje te quero, amanhã não te quero mais.  Os momentos foram bons, valeram a pena, tudo valeu. O sentimento, nasceu, foi alimentado e cresceu, continua vivo, está aprisionado no alto de uma torre como Rapunzel, esperando que alguém venha e solte - o. O orgulh

Sabe o que acontece?

Imagem
A gente tenta ser forte, seguir em frente, enfrentar todas as decepções diárias com um sorriso no rosto, vestindo o personagem que te deixa que nem uma fortaleza. Só que no fim do dia, chegamos em casa, após o banho, tiramos o personagem, deixamos ele lá descansando pro outro dia, a partir dai, não conseguimos mais enfrentar nada, o choro nos faz companhia. Internamente, estamos tristes, chorando vinte e quatro horas por dia, com vontade de dormir o dia todo, não sair de casa, deprê total e geral. Sei que todo mundo sente isso, ninguém é feliz o tempo todo, mesmo com um sorriso estampado no rosto você não está feliz, ilusão. Temos que lidar com isso, ou tentar, dentro do nosso quarto, dentro de nós mesmos, porque ninguém entende nada, acham bobagem, besteira, eles não sabem o que dizem. Cada um sabe o tamanho e a importância de tudo o que sentem e vivem todos os dias.  O fato é que um dia acaba, nada é pra sempre. Quando menos esperar, da mesma maneira que acordou pra vida do