Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Um pouco sobre as minhas crises de ansiedade

Imagem
Todo mundo precisa entender e praticar isso. Era 2008 e eu tinha apenas 15 anos, estava no primeiro ano do ensino médio e a única coisa que eu queria saber era da minha rotina fora de casa com os amigos que eu tinha conquistado no colégio. Não queria saber das coisas de dentro de casa. Não queria toda aquela responsabilidade que tinham me dado desde os 9 anos, com horários, cobranças e pressão por zelar pela educação e saúde de uma criança que não era minha, que não tinha parido. Não entendia nada daquilo que acontecia comigo, o porquê de tudo aquilo, só queria me livrar, ser livre exclusivamente. Poder ter meu espaço, com as minhas coisas, do meu jeito e sem ter que cuidar de mim além de mim mesma. Demorei muito tempo pra entender o que eu quero e precisava de verdade. Até o início do ano passado vivia por viver, se morresse agora tanto faz, não sabia que poderia ter prazer por estar viva e muito menos que valia a pena continuar viva, até que conheci uma pessoa e acontece

Nove de Janeiro

Nono dia do primeiro mês de 2019 e eu tô aqui de cara lavada, em paz comigo mesmo, começando um tratamento e sendo eu mesma como era há uns anos atrás sem querer e nem precisar agradar ninguém. Agradeço todos os dias por isso, de verdade.  Nem sei mais quanto tempo fazia que eu não escrevia algo vindo do coração como sempre foi desde a criação desse espaço que no começo se chamava meumundoseutb.blogspot.com, isso mesmo, desse jeito, com um banner bagunçado feito no paint, foi assim que criei a essência do porquê e do pra quê deveria escrever cada linha. Tá um pouco bagunçado, mas acho que todo inicio de ano ou todo primeiro texto de cada ano ficou assim ou não também. Acho que perdi o fio da meada, a linha, como escrever o primeiro parágrafo de cada texto e o que falar realmente.  Aos poucos depois de todo esse tempo vou voltar a escrever como escrevia antes, com o coração. Traduzir os sentimentos em palavras que nem no inicio. Com o tempo vou pegando jeito de novo. Sem pr