01/11/2019

Primeiro dia do mês - Uma nova trajetória

foto wjretratos

Sabe quando você dá uma sacudida na poeira depois de um período de muito aprendizado, de muito cair e levantar, de muito não, de muita dificuldade para lidar com a maioria das coisas que vem acontecendo? Pois então, foi por tudo isso que eu passei e por incrível que pareça, sou/estou muito grata por tudo que aprendi até aqui.

Eu adoro esse título ♥ Primeiro dia do mês ♥ sempre me dá um gás, ler os comentários me dá outro gás e eu fico cheia de gás pra continuar escrevendo aqui sempre, não é a toa que estou escrevendo há 11 anos. 

Demorei um tempo para conseguir enxergar as coisas de uma outra maneira, como se elas não estivessem acontecendo comigo e aprendi a ver as situações de fora, levando em conta que cada pessoa tem os seus motivos para agir da maneira que agem e aderi totalmente a empatia para lidar com todos os fatos.
Hoponoponopo me ajudou muito nisso e acredito que vocês tenham que conhecer também. 

Por mais que as pessoas ao meu redor não façam o mesmo comigo, eu continuo fazendo a minha parte, porque é isso que a minha mãe ensinou sempre e com perseverança - meu pai me ensinou isso - sigo em frente praticando e agindo da maneira que eu acredito. 

A forma como as pessoas nos tratam é o reflexo de como nós as tratamos. Ok, que tem algumas pessoas que são estúpidas gratuitamente sem eu ter feito nada para elas, mas o que é 1 pessoa negativa no meio de 10 positivas? Nada, temos que levar em conta sempre a positividade e mantê - la com a gente o máximo possível de tempo. 

Enquanto eu for positiva, perseverar e fazendo a minha parte, muita coisa ao meu redor irá continuar mudando, acredito que isso faça parte do autoconhecimento. 
(estou escrevendo isso tudo, e sorrindo para a tela como se fosse para mim mesma, estou orgulhosa pelo tanto que evoluí como pessoa, como mulher, como filha, irmã, amiga e namorada)

Novembro, o décimo mês do ano, todos em contagem regressiva para o Natal, para o fim do ano, para o ano novo, mas o meu novo ano, começa na segunda, uma nova etapa, novas pessoas, um ambiente diferente de todos os que já frequentei, uma recepção que nunca tive na vida, desde o primeiro contato. 

304 dias regados a muito choro, muita dificuldade financeira, uma saúde mental deteriorada a base de remédios durante 4 meses que segundo os médicos só iriam fazer efeito após 8 meses de tratamento, muitas refeições puladas por causa da depressão, 4 meses em um emprego, 3 meses em outro, 3 meses desempregada, muitos desabafos, muitos choros. 

Apesar de todo esse sofrimento, digamos assim, sou grata por tudo o que aconteceu nesses dias e durante todos os 27 anos de vida que eu tenho, pois se nada do que aconteceu antes tivesse acontecido eu não teria me tornado a mulher, a pessoa que sou hoje. 

Sei que ainda tem muita coisa por vir, não estou criando expectativas, não quero mais ter crises de ansiedade/pânico, quero continuar tranquila tendo uma vida pacata, criando conteúdo, conversando com as pessoas, transmitindo todas as coisas boas que estou conhecendo e adquirindo todos os dias para todas as pessoas que passam pela minha vida.

E nesse momento a única coisa que eu posso te dizer é que por mais que você esteja passando por um momento difícil, seja ele qual for, acredite que ele não vai durar pra sempre, vai passar, tenha fé em Deus e em si mesmo. Em um momento de desespero por ter acontecido algo que você não estava esperando, tome um banho e durma, se tiver que chorar antes de dormir, chore até pegar no sono, mas se acalme antes de falar qualquer coisa para alguém. Isso vai te ajudar bastante!



Ajude - me a melhorar o conteúdo do blog respondendo a nossa Pesquisa de público!

Não esqueça de nos acompanhar pelas redes sociais: