24/10/2019

Hoje é um dia muito especial!


Eu acordei assim, me sentindo bem, leve, feliz, alegre e contente, com um sorrisão de orelha a orelha. Não sei explicar muito bem, só sei que aconteceu. A única coisa que eu fiz ao acordar foi agradecer a Deus, ao universo, a natureza, ao sol pelo dia maravilhoso que estava sendo. Faço isso todos os dias, porém o dia estava diferente, tenho pressentimentos e eles sempre acontecem, pelo menos na maioria das vezes.

Me senti tão vibrante, positiva e comunicativa que até fim um vídeo falando, pra passar essa mensagem pra quem me acompanha e pra quem está chegando agora também. Gosto muito de ajudar as pessoas com a minha escrita, com as coisas que eu sei e venho aprendendo ultimamente. Diga - se de passagem que todas as novas atitudes que tenho tomado na minha vida nos últimos 6 meses tem me ajudado muito, estou muito feliz com o resultado e como as coisas estão se encaminhando. 

Então quanto mais pessoas eu atingir com essa minha nova vida por causa das atitudes, pensamentos e princípios, melhor pra mim, ficarei mais satisfeita ainda pra continuar aprendendo. Ler os comentários das postagens e saber que de alguma maneira tirei alguém da zona de conforto ou a fiz acordar pra vida é uma vitória pra mim. 

Compartilhe o seu conhecimento também, por mais que você ache que é uma coisa boba, besteira ou que todo mundo já saiba, tenha certeza que sempre vai ter alguém que não sabe, quer e precisa aprender sobre. 

Espero que goste do que vai ouvir/ver, se gostar deixa um like e se inscreve no canal :) ♥


Ajude - me a melhorar o conteúdo do blog respondendo a nossa Pesquisa de público!

Não esqueça de nos acompanhar pelas redes sociais:

21/10/2019

Tudo na vida é aprendizado: Motivos



No decorrer desses últimos 6 meses aprendi muitas coisas, muitas mesmo, que sempre estiveram na frente dos meus olhos e eu não consegui enxergar, assimilar e internalizar para parar de cometer os mesmos erros. Tanto com os outros quanto comigo mesma.

E toda vez que eu aprendo alguma coisa gosto muito de compartilhar com todos ao meu redor, principalmente aqui, já que tantas pessoas se identificam com o que eu escrevo. E uma das coisas mais importantes que aprendi foi que: Cada pessoa tem os seus motivos para agir como agem, ser como são e pensar da maneira que pensam. 

Não temos o direito de julgar ninguém, o máximo que podemos fazer é ter empatia para com elas e principalmente com nós mesmos. 

Se você olhar as situações que passa de fora, como se você não tivesse vivendo realmente aquilo, iria entender de uma outra maneira e começaria a entender os seus próprios motivos e porque pensa daquele ou desse jeito. A primeira vez que coloquei em prática, foi um pouco estranho e levei alguns dias para assimilar o olhar de fora como se a vida não fosse a minha. 

E posso te dizer que foi transformador ver as coisas de um ângulo diferente, e entender que nem tudo  gira em torno do meu próprio umbigo. Que tem mais coisas e pessoas ao meu redor. E vitimizar - me em todos os momentos não estava fazendo de mim uma pessoa muito boa de conviver, nem de lidar. Nem eu mesma estava me aguentando. 

Esse novo conhecimento e amadurecimento que eu adquiri foi e está sendo transformador pra mim. Estou vendo várias coisas, pessoas e situações de uma maneira diferente. Só o fato de não ficar julgando tudo e todos o tempo todo é maravilhoso e libertador. Acredito que ajude no autoconhecimento também. 

Você consegue respeitar os motivos das outras pessoas e entender os seus?
Ajude - me a melhorar o conteúdo do blog respondendo a nossa Pesquisa de público!

Não esqueça de nos acompanhar pelas redes sociais:

08/10/2019

Você responde ou visita o blog de quem comentou?

Particularmente falando e não generalizando a história toda, vou falar por mim! 

Eu adoro receber comentários sobre todas as coisas que eu escrevo aqui. Adoro cada palavra, cada relato, porém, entretanto, toda vida, não tenho costume de responder os comentários, por duas razões:
1 - eu acho que a pessoa não vai voltar aqui para ver uma resposta
2 - acredito que quem comente nos blogs é porque gosta do conteúdo e porque quer uma visita em seu blog.


Algumas blogueiras que eu acompanho, respondem aos comentários, apenas visitam o blog, e uma minoria faz os dois. Eu já tentei responder aos comentários e achei um pouco massante de fazer isso. E também desanimei, porque eu não sabia se a pessoa voltava aqui para ler a resposta que eu dei. 

Eu quando gosto muito de um blog, gosto do que a pessoa escreve e comento, tenho o hábito de voltar no blog para ver se a pessoa me respondeu e se ela não me respondeu peço para que ela me responda, pois pra mim a resposta dela será muito relevante para as minhas futuras decisões ou pensamentos, opiniões, etc.


É sempre bom saber o que as pessoas pensam e fazer uma análise sobre o cenário para ver no que podemos melhorar, isso vale para todos os nichos possíveis que a gente se interesse. E hoje consultando uma resposta de um comentário que eu fiz no blog Vinte e Seis Páginas, parei pra pensar sobre isso tudo. 


Afinal, o que me motiva a continuar escrevendo durante todos esses anos são vocês que leem e comentam sobre meus posts, relatam suas histórias e compartilham um pouco de vocês comigo pelos comentários. Então eu quero saber o que você acha sobre isso!


Me conta: Você responde ou visita o blog de quem comentou?

Ajude - me a melhorar o conteúdo do blog respondendo a nossa Pesquisa de público!

Não esqueça de nos acompanhar pelas redes sociais:

01/10/2019

Primeiro dia do mês - um novo (re)começo



01/10/2019 - 21:59 de uma terça - feira, um calor de mais de 30º C em plena primavera aqui na minha cidade Porto Alegre - RS. Nesse momento estou derretendo, apesar disso adoro o calor, adoro o verão e não vou me lamentar por ele estar chegando por nada. 

Vamos dar inicio ao texto de hoje, sem muito sofrimentos e com muitas esperanças, vim trazer coisas boas e fazer nascer sentimentos bons. Aprendi, compreendi e me conscientizei de que tenho que carregar coisas boas em mim, tanto na mente quanto no meu coração e emanar as coisas positivas sempre, porque elas voltaram pra mim de alguma forma em algum dia.

O Primeiro dia do mês pra mim é visto como zerar tudo e começar de novo, uma nova chance de fazer um desafio de emagrecimento, uma nova chance de algum rh estar contratando por ser o mês das crianças, poder começar uma nova alimentação ou novos hábitos. 

E o primeiro dia da semana, segunda - feira, vejo como uma nova de fazer o que foi deixado pra depois, iniciar projetos, ter novas ideias, ter mais determinação e foco pra começar bem a semana e dar um up em si mesmo. 

Pode ser bobeira, mas pra mim funciona, talvez como gatilhos para me dar aquele empurrãozinho que sempre precisamos pra parar de procrastinar e dar mais a cara a tapa, digamos assim. E acredito muito que funciona, desde que eu consiga obter, ver e identificar os resultados das coisas que quero fazer e tinha que fazer em algum momento e não fiz.

Óbvio que não posso ficar me baseando apenas em começos já determinados, posso fazer os meus dias de começos, poderia escrever isso na quinta e determinar que nos próximos dias até o fim do mês vou escrever um post por dia. Porém meu cérebro ainda não evoluiu assim, continuo usando esses gatilhos, apostando as fichas em mim mesma, porquê se eu falhar foi comigo mesma. 

Que a criatividade esteja comigo e que meus hábitos continuem que nem hoje. 
Escrever é a melhor coisa que eu sei fazer, não que eu diga: "Minha nossa eu sou a melhor escritora da face da terra". Não é sobre isso que estou falando e sim que a cada palavra digitada aqui, que você está lendo nesse momento, vem de mim, do meu coração, tudo que está registrado aqui faz parte de mim. E por isso se torna tão especial pra mim. 

Me conta nos comentários como e quando você inicia os seus projetos, tem um dia certo? 

Se você gostou desse post, compartilhe em alguma rede social ou com a sua melhor amiga. :)

Ajude - me a melhorar o conteúdo do blog respondendo a nossa Pesquisa de público!

Não esqueça de nos acompanhar pelas redes sociais: