One and only

dezembro 01, 2011


E se você namorasse comigo, talvez eu mudasse. Me maquiaria todos os dias, pintaria minhas unhas toda a semana, faria um penteado diferente a cada 5 minutos, tudo apenas para te agradar. Não é que eu não goste de mim, é que isso não me agrada, mas por você faria até mais, tudo que fosse capaz. Como você não quer, não me quer, não farei nada do que desejas. Cansei de fazer e você não me valorizar. Então, desde ontem de 2009 vivo o que tenho que viver com quem aparecer no meu destino, mesmo que por apenas um dia ou uma noite, nunca passa mais do que isso. Talvez seja falta de vontade da minha parte em investir ou promiscuidade demais da minha parte na hora do desespero, naquela hora quando o meu olhar é retribuído da mesma forma. 

E do que adianta eu escrever sobre isso mais uma vez de tantas milhares de vezes se você não vai voltar e muito menos ler?

You Might Also Like

6 Comentários

  1. nunca se sabe, minha cara. as pessoas tem o costume de surpreender a gente ;)

    beijas, diva ;*

    ps: tô com essa música no repete! *--*

    ResponderExcluir
  2. Ele pode até não ler, mas outros...

    ResponderExcluir
  3. Nunca adianta muita coisa continuar escrevendo, mas nós escrevemos e precisamos disso de uma certa forma, precisamos colocar pra fora e refletir sobre aquilo que foi escrito, se queremos continuar assim ou não ;}

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Escrever é bopm, mesmo que a pessoa nem leia. E quem sabe mesmo se ela não lê?

    ResponderExcluir
  5. É nossa insistência em querer manter o que já foi a muito tempo...

    ResponderExcluir
  6. eu amei, eu acabei de me despedir de uma história e amei o que li aqui!

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!