eu só te quero bem (...)

janeiro 26, 2011

Sabe o que é você ver a pessoa entrar no messenger, ela estar logo abaixo de você na lista de contatos, passar o mouse, abrir a janela, pensar no que vai falar, fechar a janela? Agora imagine isso durante quase dois anos ou mais. Sofri muito. Chorei muito. Escrevi muito sobre. Escutava todos os dias a mesma música: cartas pra você - nx zero. Pensava todos os dias na pessoa. Imaginava que quando ela saia, ia aparecer no meu portão e me dar um abraço, aquele que nunca aconteceu. Tentei iniciar várias conversas contigo, mas não passavam das poucas coisas que eu te perguntava. Frustração. Nunca soube o que você sente realmente. Nunca soube o porque do rompimento. Minhas perguntas nunca foram respondidas. Na virada do ano a razão prometeu para o meu coração que nunca mais iria procurar ou escrever sobre. Só que como nem todas as promessas são cumpridas, o coração continua a escrever, pensar e sentir. Não tem como evitar. Te ver na rua, faz com que o meu coração fique na boca e eu fique sem saber o que fazer. Sendo que na verdade o meu maior desejo é te abraçar. Até que ontem a janela subiu, junto com um oi e um emoticon de sorriso. Meu coração saltou pela boca, comecei a suar desesperadamente e fiquei sem saber o que fazer, novamente. Foi bom pra mim, assim como você também disse que foi pra você. Queria ter o poder de voltar no tempo para o que aconteceu, nunca ter acontecido. Tantas coisas não seriam como agora são. Só de lembrar as emoções que passamos juntas, meus olhos se enchem de lágrimas... Aquele tempo bom que não volta nunca mais, lembra? Por mais que agora nossos rumos sejam diferentes, estamos nos encontrando virtualmente, já faz grande diferença pra mim, não sei pra você. Um passo de cada vez. Queria tanto saber tudo o que tu sente. Não vou tocar nesse assunto pra não estragar esse recomeço. Talvez seja verdade ou só ilusão, mas que seja.
Quando queremos algo, temos que ir até o final, ou seja, até quando a pessoa disser: EU NÃO TE QUERO MAIS NA MINHA VIDA. Enquanto isso não for dito e existir sentimento dentro do seu coração, continue em frente. Antes se arrepender de lutar do que se arrepender de não ter feito nada para ser feliz.
Não tá morto quem peleia.
Quem sofre aprende a lutar.
obs: não é pra homem.

You Might Also Like

9 Comentários

  1. "Antes se arrepender de lutar do que se arrepender de não ter feito nada para ser feliz."
    Adorei principalmente essa frase.
    Dizer mais uma vez que adoro os seus textos e que você escreve bem? Sim, eu digo isso quantas vezes for necessário. Sua linda <3

    http://destinazioneparadiso1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Um passo de cada vez. Divas também cedem à emoção e sabem que as coisas acontecem em seus devidos momentos. Pelo menos o orgulho não passou por cima do seu sentimento! Arrasou, Diva!

    Um beijo :* E não esqueça do selo no blog!

    ResponderExcluir
  3. ja me arrependi por nao lutar e perdi apessoa queamava e vc nao tem noçãodo quanto eu sofri.. e as vezes mems oa pessoa dizendo:"nao quero maisvc na minah vida", memso assim as vezes ela ainda quer..

    Váatras e nao se arrependa de ir lutar pelo o que vc quer. E lembre-se se for pra ser,sera!

    beijo;)

    ResponderExcluir
  4. eu entendi cada linha, porque estou passando pela mesma situação e às vezes penso que não vou suportar a distância e o silêncio .-.

    desejo que dê tudo mais que certo pra vocês, amém.!

    beijas, diva :*

    ResponderExcluir
  5. Sabe Nati, isso aconteceu uma vez com uma colega minha e eu, e para minha surpresa, ao invés de termos nos distanciado nos unimos mais ainda. Às vezes é necessário uma distância, para que depois venha a volta e reforcem os sentimentos.

    Quem sofre aprende a lutar.

    Imenso beijo, ótima semana a você.

    ResponderExcluir
  6. Será que vale a pena? Chorar, sofrer, insistir. Esperar todas as suas esperanças serem cuspidas em um "EU NÃO TE QUERO MAIS NA MINHA VIDA." Esse tipo de sentimento é bom? É! Mas se sentir bem não é melhor? Eu já passei por isso. Já insistir com ele, teimei, chorei, pedi perdão pelos erros dele. Pedi a Deus, e a anjos. E sabe o que eu descobri? Que ele nunca quis, e apenas achava disconfortável dizer. Então eu o deixei seguir. Reflita. Beijos :*

    ResponderExcluir
  7. Mas as vezes por mais que você queira com todas as forças, no começo as lembranças são inevitáveis, a dor é também. Pois quando há sentimentos, a história é muito diferente de apenas o querer.



    Quer um layout novo? Encomende o seu aqui:http://mylittledecoy1.blogspot.com/p/design-por-mim.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Nath, estou passando pra avisar que ja estou de volta da viagem, e que tem fotos e novidades no meu blog! Quando puder, passe la! beijo

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!