ninguém sabe de nada

fevereiro 10, 2011

não quero ser transparente como a água, quero ser transparente como o vento. só não quero ter o poder destruidor de nenhum dos dois. quero só a parte positiva. quero voar sem precisar ter asas para isso. e também quero aprender a falar tudo o que sinto sem magoar ninguém, mas isso é impossível. há quatro anos aprendi a falar assim, reaprendi a falar. sem esconder o amor, o desagrado e a falta de simpatia de todos que me rodeiam. declaro tudo que tem que ser declarado para quem quer que seja e muitas vezes sem medir as palavras. podem dizer o que quiserem, não me importo, porque fazem o mesmo comigo, sem se importar que aqui dentro bate um coração. talvez se agissem de uma outra maneira comigo, também faria as coisas diferentes. como não é assim e com certeza não vai ser, continuarei do mesmo jeito. quer queira, quer não. ser assim tem muitos custos, estes que estou arcando há algum tempo. sinceramente e explicitamente falando, não me arrependo de ter dito tudo o que eu disse, mas eu poderia ter usado da diplomacia e da sutileza para dizer. faltou bom senso nesse momento. hoje, mais madura, revejo tudo o que fiz e lembro do que falei, admito que errei também e pedi desculpas, que foram aceitas. consciência mais tranquila. não gosto de ficar devendo nada pra ninguém.
longe de ti tudo parou, ninguém sabe o que eu sofri ♪

You Might Also Like

13 Comentários

  1. Olá, tô passando pra dizer que tem selinho pra você no meu blog. :D

    http://juliane-bastos.blogspot.com/p/selos.html

    espero que goste *-*

    beijos ♥

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo.
    Espero aprender tudo isso e ser forte como você. Amei.

    ResponderExcluir
  3. o pior é dever o amor as pessoas!

    abraços.

    ResponderExcluir
  4. voce tem talento pra escrever *-*

    você foi linkada la no blog *-* http://balladofgirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. O mais importante é sermos quem realmente somos e fazermos o que nos faz feliz de verdade! Viver "a vida dos outros" não leva à nada... =/
    Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  6. "não gosto de ficar devendo nada pra ninguém." Somos duas então, porque eu odeio, haha. Adoro seu jeito versátil de usar as palavras. Sem tabus e nenhuma censura, nenhum receio. Foda como sempre :*

    ResponderExcluir
  7. a tua força vem de bastante fraqueza, to certa?
    bjs

    ResponderExcluir
  8. a transparência do vento não tira dele o dom de tocar as pessoas, seja isso agradável ou não :)
    eu também não gosto dessa sensação de tá devendo alguém, principalmente favor ou sentimento.

    beijas, diva :*
    <3'

    ResponderExcluir
  9. As nossas ações geralmente dependem também das ações das outras pessoas. Agimos de acordo com as ações dos ooutros, sem, muitas vezes. Pois o que fazemos mesmo sem notar é dar um retorno.

    ResponderExcluir
  10. E não é bom ficar devendo nada pra ninguém, mesmo.
    E estar acertada com você e ponto. (:

    ResponderExcluir
  11. que saaudade daqui >.<

    Nossa tambem sou assim. Sou muuuito impulsiva e falo as coisas sem pensar, e já acabei magoando pessoas com isso. To tentando me controlar mais com as palavras e ser mais tolerante tambem...


    beijo nati :*

    ResponderExcluir
  12. Eu não engulo as palavras. São raras as vezes em que penso duas vezes antes de soltar o que penso. Mas ando melhorando nesse quesito.

    ResponderExcluir
  13. Bonzinhos que ficam quietos e seguram tudo só se fodem, isso é fato. O bom mesmo é falar na lata, doa a quem doer, pelo menos assim estarei leve e em paz comigo mesma.

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!