amor

Não prometam

janeiro 17, 2014

Chegar em casa e soltar o cabelo, olhar no espelho e perceber o quanto tempo passou desde ontem. Enxergar o cansaço que chegou e foi embora tão rápido, porém deixou rastros como um amor mau amado. Nada é por acaso, nada é sem querer, tudo tem um motivo, mesmo nós não sabendo realmente o porquê. Seguimos em frente sem entender direito, porque uns vão e não voltam mais, sendo que prometem voltar.

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Um dos meus grandes problemas: eu sempre me lembro das promessas que me fazem. Na maioria esmagadora das vezes, as pessoas prometem qualquer coisa só da boca pra fora, sabe? Elas esquecem. Eu continuo lembrando.

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!