24/10/2010

Passado

No fundo da memória, aonde estão as mais variadas lembranças.
No fundo do coração, aonde estão os mais variados sentimentos.
Aonde estão as diversas cicatrizes,
que com apenas um esbarro começam a sangrar.
São coisas que ninguém vai esquecer, todos irão viver.
Para aprender ou não, por sofrer.

antes pensava que só eu sentia tudo o que já foi descrito durante esse tempo de blog.

22/10/2010

além do horizonte existe um lugar (...) ♪

Dentro de você existe coisas que não sei porquê.
Dentro de você é um querer de não mais.
Eu já estive dentro de você.
Hoje não estou mais, talvez saiba o porquê.
_
Aqui dentro é tudo repetitivo,
Dentro de você também seja.
_
No fundo todos sabemos como é,
porém não queremos enxergar.

19/10/2010

Abra teus olhos e se olhe no espelho


Quero que saibam que estou feliz, que não estou mais sofrendo mais como tempos atrás e que o texto anterior não sofri, não chorei, apenas foi um relato de mais uma decepção que não me fez sofrer de maneira alguma e, apenas abriu meus olhos. Não me envolvo como me envolvia antes. É, continuo na defensiva. Estou fria como um sorvete de chocolate - divo - no inverno, sem derreter. Não faço questão alguma de criar laços fortes com alguém, prefiro continuar do jeito que estou. Feliz. Talvez os outros se envolvam mais comigo do que eu com eles. Faz parte, quero assim, e por mais tempo ainda.
_
Querido, não pense que me esqueci de tudo o que me fez, e também não pense que esqueci de tudo o que vivemos, para mim, foram momentos felizes, pelo menos a maioria, já não sei para você. Porquê do jeito que foi pra mim talvez não tenha sido para você.
_
Querida, pare com suas ações infantis. Seja mais mulher no que diz. Haja como uma mulher, aquela que você tanto diz ser ou aparenta. Cansei desse teatro. Chega com toda essa bobagem de sentimentos que se foram, ou não. Ninguém mais quer saber o que você sente ou sentiu, até ele. Pois se ele se importasse faria você bem e nunca mais iriam brigar.
_
Meninos, Meninas e Indecisos: vivam a vida maravilhosa que vocês têm. Parem um pouco de reclamar da mãe, do pai, do irmão, da irmã, do cachorro e do papagaio. De ter que acordar cedo para trabalhar, já pensaram em quantas pessoas querem um emprego, precisam de dinheiro e não tem nem a metade do que você? De ter que ir pra aula, já pensaram em quantos adolescentes e/ou menores que queriam estar tendo a vida que você tem, mas estão sendo explorados por um ser vivo covarde e sem coração? Então, antes de reclamar de qualquer coisa, olhe para trás. Quantas pessoas queriam ter um pai, uma mãe e irmãos, e você que tem a única coisa que sabe fazer é reclamar o tempo inteiro. Será que só quando você perder tudo o que tem saberá dar valor?
_
Chega uma hora na vida em que você descobre:
Quem interessa, Quem nunca interessou,
Quem não interessa mais. E quem ainda vai interessar.
Portanto, não se preocupe com quem já fez parte do seu passado;
Há um motivo para não estarem no seu futuro.

17/10/2010

não vou fingir que estou bem, se não estou ♪

sempre sofri por esperar demais, contar demais, dar importância demais, criar expectativas demais, sonhar. e no decorrer sempre via e continuo vendo o que minha carência faz comigo, são apenas ilusões criadas por ela. depois que começa não consigo mais controlar. mas agora está sendo diferente, já que estou sempre na defensiva com todo mundo, me controlo, não sonho mais como antes. antes sonhava mil coisas, hoje sonho uma de cada vez, crio uma expectativa de cada vez, e me magoou uma por vez e não todas de uma vez só como antes. é um processo demorado e que em breve será concluído.

13/10/2010

mudaram as estações ♪ - explore-se

ela: tu não entra mais na internet?
ele: entro, mas não no msn.
ela: tu não escreve mais?
ele: até quero escrever, mas os pensamentos não estão prontos para colocar pra fora. tem coisas que quero escrever, mas não posso. ah, e ela me disse que achava que um dos textos que tu tinha escrito era pra mim.
ela: pra ti saber se é pra ti ou não é só tu ler para identificar.
ele: não sinto mais nada em relação aos teus textos, não consigo mais identificar.
_
e depois de ouvir isso ela congelou, esbugalhou os olhos junto com a cara de espanto e resolveu entrar. com uma cara triste e confusa ele me disse isso na segunda, de noite. eu quis dizer mais coisas, perguntar o que era, porém o nosso relacionamento de tanto tempo parecera ser esquecido com o tempo, a intimidade que tínhamos parece que nunca existiu e a amizade que nos prometemos logo após o término acho que acabou em partes. antes eu dizia tudo o que queria, sem me preocupar, hoje sinto que não posso dizer mais nada, não tenho mais esse direito. talvez tudo que citei antes tenham ficado no passado, junto com o nosso namoro, sentimento, amizade e intimidade. pensei que isso nunca iria acontecer, afinal foi muito tempo. é, e depois do que ele me disse e das atitudes que têm - melhor dizendo, não tem - comigo, vi que as coisas mudaram mesmo entre nós.
_
Sinceramente, se eu tivesse medo de dizer tudo o que sinto em relação e sobre qualquer pessoa não viveria. não seria do jeito que sou hoje. talvez viraria uma pessoa depressiva e angustiada. Por isso que escrevo: para respirar, compartilhar, esvaziar a mente, o coração. Para ser feliz e esclarecer tudo o que sinto. Tem vezes que até consigo analisar de fora o que sinto. E os comentários de vocês que nem ao menos me conhecem me ajudam muito, pois são opiniões de pessoas completamente diferentes, mas que de alguma forma sentem ou sentiram a mesma coisa que eu.

10/10/2010

compatibilidade instantânea


o tempo passou, tudo se modificou. meus sentimentos mudaram e minhas concepções também. virei amiga de quem eu menos imaginava poder sentir o mais puro dos afetos. criticava demais, sem nunca ter falado, só observado o seu comportamento mimado. porém depois de 2 meses cravados de conversas, percebi que atrás daquela cara amarrada e da fala constante e muito agitada tem uma pessoa de carne, osso e muitos sentimentos. com muitas coisas em comum. e se não tivéssemos virado a cara uma para a outra será que eu teria sofrido tanto como sofri antes? não sei. se aconteceu agora, é porque tinha que ser assim, estava escrito. que dure o tempo que tiver que durar. como já aprendi, não estou criando expectativas, apenas curtindo o momento.

só escrevo para quem vale a pena. 07-08-2010

08/10/2010

vontade de chorar: lágrimas ausentes

O coração que antes pulsava loucamente por pessoas que não sabiam sua definição, hoje está murcho, surrado, abandonado. Não é que eu queria, vontade própria. Com o tempo aprendi que amar sem ser amada não tem graça, querer agradar e não receber um pingo de atenção, magoa. Depois de muito tempo chorando e sofrendo aprendi o que deveria e não deveria fazer. É errei para aprender. Hoje estou aqui sozinha novamente, sem lágrimas, sem sofrimento, apenas vivendo o que tenho que viver. Sinto saudades de antes, quando eu me divertia a semana inteira e detestava quando chega o final de semana, coisa que no momento é bem diferente. Prefiro mil vezes o sábado, domingo e feriados, do que ficar um minuto a mais num dia de semana junto de pessoas que tenho a mais pura consciência de que são passageiras. Afinal, são só amigos de escola, melhor dizendo, colegas. Não faço questão de manter contato, sair junto, não quero, muito obrigada. Sinto falta de uma única pessoa, a que é tema de todos os meus textos passados e futuros, talvez seja pro resto da vida ou não, mas faz falta. São coisas que temos que viver para aprender. Erros para acertar, choros para sorrir.

06/10/2010

Não me curei ainda

A sua foto é o que me traz um pouco de paz, você não sabe a falta que você me faz. Por mais que o tempo tenha passado, o sentimento não seja mais o mesmo tanto pra mim quanto pra você, ainda tenho esperanças de continuar a te ver. De longe, de perto e/ou pelas fotos do orkut. De qualquer um dos jeitos já me sinto satisfeita, não sei se pra você também. Infelizmente, de você não sei mais nada. Se continua gostando loucamente de chocolate, se continua comendo uma barra por dia, se continua indo para a academia, namorando sei que não está mais, porque deletou as fotos com ele. Tenho consciência de que a amizade nunca mais existirá, mesmo que quiséssemos, as coisas não serão as mesmas. Então tenho que parar de me iludir. Parar de ficar pensando em você, em nós. Apenas tenho que continuar, seguir em frente, apesar das lembranças que me atormentam, tanto as boas quanto as ruins, até porque não reviverei isso. A única coisa que sei é que jamais te esquecerei. Desculpa por ainda te amar.

05/10/2010

Quase pifando

O dia passa rápido demais. quando me deito a noite já passou e já é 11hrs, preciso me levantar. correr, tomar banho, comer rápido para não me atrasar. caminho, caminho, caminho. fico sentada uns 30min. chego lá, comprimento todo mundo, sento. as bombas começam a cair, de biologia, história, arrecadações, organização, ensaio. minha cabeça começa a tontear. elimino um surgem 3. o que eu faço? sou muito de deixar as coisas para a última hora. pois é, Divas não são tão perfeitas como parecem ser. retorno e são milhões de coisas para fazer, ninguém me ajuda. meu corpo, mais a mente, cansados não aguentam mais dar um passo. talvez seja o sedentarismo que me deixa assim. tenho que me acostumar, no futuro será pior, mais cobranças. fecho os olhos e não consigo mais sonhar, porque na minha mente ficam flutuando números, fórmulas, teorias, conceitos, regras, tarefas. no momento tá mais fácil sonhar acordada do que dormindo. é, acho que é isso, tinha que falar.

03/10/2010

Se somos todos iguais, por quê somos tão diferentes?

Por quê enquanto estou dormindo no outro lado do mundo tem muita gente acordada, trabalhando há horas?
Por quê enquanto estou em casa, com roupas limpas, numa cama quentinha e me alimentando, tem tanta gente morando na rua, com roupas sujas e passando fome?
Por quê enquanto estou estudando tem tanta menina da mesma idade ou menos que a minha sendo maltratada, escravizada, humilhada, abusada?
Por quê eu tenho mais e você menos?Por quê mesmo com todas as nossas diferenças aparentes, todos dizem que somos iguais?


É muita hipocrisia, tudo é mentira. Usam como argumento esse tal de "todos somos iguais" para se parecerem "boa gente" e que não há preconceito, alegar isso é a mesma coisa que dizer que um tiro na cabeça não mata. E se deixássemos de ser falsos, mentirosos, caretas e covardes?
Podemos ter alguma coisa em comum, o fato de sermos seres humanos. Porque a Maria, não é igual a Joana, que não é igual a mim, logo somos diferentes e o que temos de igual é o sexo. Preconceito, discriminação, bullying, todos fazem alguém sofrer de alguma forma. Alguns têm vontade de se matar, outros têm coragem suficiente e se matam. Não há necessidade de coisas como essas entre nós. Ser excluída ou excluir alguém da sociedade, não faz sentido, não tem motivo, afinal não somos todos iguais? Até o final de nossos dias temos que buscar a nossa felicidade, tentar ajudar quem precisa, passar a sua sabedoria para quem não sabe nada. Não quero dar lição de moral. Não to dizendo que faço isso todos os dias com todas as pessoas, é só uma conclusão de todas as desigualdades que vejo todos os dias e se que se pudesse fecharia os olhos, para não sentir a enorme tristeza, a impotência de não poder fazer nada por aquela criança que não pediu para nascer na miséria, na fome, na rua, no chão, sem ninguém que possa se esforçar para que ela tenha uma boa estrutura familiar e não entre para o crime.



"Cuide bem do seu filho para um traficante não adotá-lo"
baseado na frase: hoje já é amanhã no Japão.