24/11/2011

Daydreamer


As pessoas tem que entender que a minha realidade é diferente da delas, que o que eu quero pra mim não é o mesmo que elas querem para si mesmas, que meus objetivos são diferentes. Tudo em mim é diferente de você, dele, de quem quer que seja. Não queira criar expectativas. Não queira me subestimar. Não queira nada que não esteja ao seu alcance e se quiser corra atrás. Não queira pessoas que não existem além da sua imaginação. Aproveite os momentos diários, mesmo que sejam temporários e acabem quando você acordar, aproveite tudo o que Deus está te dando e tem para te dar nessa vida, porque nunca sabemos sobre o dia de amanhã e seríamos muito imaturos, ignorantes para tentar adivinhar. Não viva de planos, viva de coisas concretas. Seja feliz hoje sem pensar no amanhã. 
seja o que tiver que ser, faça o que tiver que fazer.

19/11/2011

Despedidas

Tem dias que me dá uma vontade de chorar, uma saudade de todos que passaram na minha vida e que eu queria muito que tivessem permanecido. Pensando bem, sinto isso todos os dias, mesmo que por segundos, quando me distraio no meio da multidão. Os detalhes me fazem falta, as palavras e gestos simples. Lembrar dos antigos e dos atuais, me causa tristeza. E isso eu não quero sentir na maior parte do tempo, apenas no final de cada noite durante todos os dias da minha vida para escrever meus textos, pois é de onde vem a inspiração para cada palavra aqui escrita, desde 2008. 

Nunca sabemos quando as pessoas vão sair das nossas vidas e quando saem não avisam, saem sem se despedir. Por que é tudo tão doloroso? Será que para quem se vai também é? Talvez nunca saberemos com toda certeza.

não é um dos melhores, mas precisava escrever.

15/11/2011

Sobre não ter o que fazer e ter tudo para fazer

Sabe aqueles dias que tu está internet, tipo todos os dias, e não tem muita coisa pra fazer além de esperar carregar mais energia para teu sims para continuar a jogar the sims, ficar alone no msn, reblogar coisas do tumblr e tweetar que está no tédio? Pois é, estava super entediada e resolvi fazer um vídeo. Não é daqueles com altas edições e enorme de sei lá quantos minutos, tem apenas 14 segundos e foi editado usando os recursos que o YouTube disponibiliza. Então, quando não tiverem o que fazer, façam um vídeo também, ou não.



Com esse vídeo vocês vão saber como sou e escutar a minha voz, óbvio. Experiência legal, talvez eu faça mais um, mas não sei sobre o que ainda. Aceito sugestões.

Seja você, mesmo que seja bizarro. - Pitty

09/11/2011

Não é novidade

Na verdade procuramos a felicidade, a satisfação de ser quem somos e mais ainda a aceitação alheia, o apoio moral do desconhecido e do conhecido também, mesmo dizendo a frase clichê de não se importar com a opinião alheia. Não adianta vim dizer que estou errada, porque você sabe que no fundo estou certa. Queremos dar e receber amor, queremos andar de mãos dadas com a felicidade sempre, mas infelizmente as coisas não funcionam desse jeito. A nossa vida não será um "felizes para sempre" sempre. Temos nossos altos e baixos, coisas da vida. Perder as esperanças não é a melhor escolha nesse momento. Continuaremos agarrados nela para não fugir. Que assim seja. 

Você carente. Você querendo ficar com ele desde o primeiro oi. Ele bêbado, você bêbada, vocês ficam, apenas uma vez. Só que se não fosse o fato da carência e sua mente e coração serem influenciados, bem mais do que o corpo pelo tesão, você, eu, nós não estaríamos sofrendo por mais um sentimento platônico dessa vida de meu Deus. 




Escrever sobre tudo o que acontece comigo não resolve os sofrimentos, mas alivia minha alma e meu coração do que me sufoca. A necessidade de me expressar de alguma forma é imensa, então é por isso que escrevo. Não escrevo para seguir moda de ter um blog, até porque não faço muito sucesso mesmo. Escrevo para suprir minhas necessidades. Talvez isso responda a tua pergunta.

Observação: Ninguém pode me julgar.