28/04/2011

por quê demora tanto tempo?

na verdade o que eu tenho pra dizer vai bem mais além do que eu tenho para escrever. não é pra ele, ela ou apenas pra você é pra todo mundo que comparecer aqui. não quero impor regras, ordens, comandos, humilhar, mas faço isso involuntariamente todos os dias, com qualquer pessoa que fale comigo. não preciso nem abrir a boca para fazer isso, as vezes, meu olhar diz tudo o que eu quero dizer. não to querendo agradar a ninguém, apesar de numa época da minha vida viver apenas para isso, hoje acordei e quero apenas agradar-me.
_

nos últimos dias o desânimo toma conta do meu corpo, mente e alma. não tenho vontade de fazer o que tenho que fazer, só vou labutar porque me lembro do que vou ganhar no final de cada mês, se não ganhasse nada nem isso faria. cá pra nós, to torcendo para que esse ano acabe, me forme e minha vida tome um outro rumo, pequeno ou grande, isso não importa. o que importa é que as coisas mudem e o tempo coloque tudo em seus devidos lugares.

_

O que eu quero é voltar a ter as pessoas de antes e continuar sendo quem eu sou, com certeza assim serei mais feliz, simplesmente feliz.

27/04/2011

mais um de muitos

não importa sobre o que eu tente escrever, tudo que me vem a cabeça é você, exclusivamente você. as lembranças continuam me atormentando, pouco, mas ainda continuam me atormentando na maior parte do tempo.
_
Eu queria era dizer diferente aquilo que todo mundo sente, mas não consegue expressar ♪ Trapézio - Pitty

24/04/2011

Hasta

O tempo tá muito curto, as horas passam cada vez mais rápido. Abro os olhos com o sol e em seguida já estou fechando com as estrelas ou com as nuvens em dias nublado. Não tenho como controlar. Não sei mais o que escrever, mesmo com tantas palavras querendo sair. Por enquanto são só meras frases que consigo escrever, quem sabe mais pra frente eu consiga desenvolver meus textos de antes, repetitivos, mas com emoção - é o que meus leitores dizem - e sentido, ou não.

22/04/2011

Passa tempo

"Sorrisos de plásticos aparecem na minha frente todos os dias, como se nada tivesse acontecido. Queria aprender a derretê-los, feito gelo. Como não consigo fazer prefiro fechar meus olhos, olhar para o lado inverso, contrário."


Se eu pudesse colocaria uma mala debaixo do braço e sairia correndo pra nunca mais voltar. Colocaria fogo no meu livro atual e começaria uma página nova, um parágrafo novo, tudo novo de novo. Sem lembranças, sem mágoas, sem lágrimas. Para algum lugar que ninguém me conheça e que eu não conheça ninguém. Onde tudo seja diferente, melhor e mais contente. Onde eu tenha um alguém que me acalente sem me pedir nada em troca e que eu o acalente sem querer nada em troca. Não quero mais lembrar do passado sofrido, que esquecer de tudo, de todos os motivos e principalmente de todos que me fizeram sofrer e ainda fazem. Quero excluir o sofrimento da minha vida. Quero poder sorrir sem ter que ter um motivo concreto para isso. Quero uma vida social de verdade, onde conversas não sejam virtuais e nem raras. Se eu tivesse coragem e liberdade o suficiente de realizar tudo isso que eu quero, hoje não estaria aqui sentada, como uma pessoa deprimida, com uma caixa de chocolate no chão, twittando e escrevendo esse texto. Talvez eu esteja colhendo o que plantei ou plantando para colher, só o futuro vai me responder.

19/04/2011

Preciso escrever

É disso que eu preciso todos os dias, desde a hora que levanto até a hora de dormir. Nas 18hrs que fico acordada preciso desabafar o mais rápido possível, dizer tudo o que sinto e não pode ser escondido. Não consigo, isso não me pertence mais, há uns 4 anos atrás. Preciso escrever para dizer tudo o que sinto por você, que me lembro de tudo o que vivi há um tempo atrás e gostaria de viver de novo. Posso ser repetitiva o tempo todo, falar do mesmo assunto o dia inteiro, por várias horas, mas o que mais importa nisso tudo é o que eu faço, falo, expresso, coloco pra fora e não fico guardando nada aqui dentro.
Compartilhar o que sinto é a melhor coisa que eu faço. Qual é a melhor coisa que você faz?

14/04/2011

Quem é vivo sempre aparece ou não

E se eu não tivesse te conhecido, como seria a minha vida hoje? Será que eu teria chorado menos e sorrido mais, ou seria ao contrário, o que seria?

Não posso dizer que tenho certeza do que aconteceria, porque o que vivo hoje é resultado de escolhas passadas. Hoje sim, posso dizer que está tudo em seus devidos lugares, como deveriam estar desde o principio. Mas eu acho também que se as coisas não fossem como eram antes, não teria aprendido com as lágrimas, quando lembrava dos risos e como eu era tão feliz contigo. O tempo passou e com ele levou as mágoas e rancores, hoje o que eu mais quero é recomeçar. Espero que dê certo, por mais que o relógio não esteja deixando que isso aconteça realmente.


Para quem não sabe, ontem foi meu aniversário. 19 anos de muita (...) sabedoria.



beijos da diva