27/04/2014

Vida minha


Você não sabe o que se passa aqui dentro. É uma confusão, uma vontade de sair correndo e uma vontade de ficar, mesmo sabendo que não tenho para onde ir ao certo. Quero abraçar o mundo, mas meus braços parecem, são tão curtos. Literalmente não posso fazer, não consigo. Corro contra o tempo desde sempre, atrás do que eu acho que me pertence. É cansativo, bate um desânimo, porque demora muito ou eu sou ansiosa demais. Óbvio que é a segunda opção. Sei que todo mundo é assim, sentem as mesmas coisas, não sou a primeira e nem a última a te medo de seguir em frente, de achar que as coisas não vão dão certo, achar que vou morrer antes de ter tudo o que eu quero. Faz parte, temos que seguir o ciclo que nos foi dado quando nascemos, a missão que nunca sabemos ao certo qual é. 

Apenas temos que continuar vivendo, tentando conquistar um pouquinho mais todos os dias. Não há como desistir, não tem o porquê, não podemos fazer isso. A vida é um desafio diário, cada um tem uma fase diferente para passar, que nem aqueles jogos do Mario Bros, cheio de fases para salvar a princesa. Enfim, vamos respirar fundo e fazer o que temos que fazer, porque ninguém vai fazer por nós.