O meu retorno de novo



Faz tanto tempo que eu escrevo, quase onze anos ou já onze anos, não lembro mais. E pra mim sempre foi tão prazeroso poder falar tudo o que eu sinto, compartilhar com quem passa por aqui  - sempre ou esporadicamente -, as minhas experiências e saber que de alguma maneira essa pessoa se identificou com o que está escrito aqui. 

Reconhecimento é tão bom, é tão gostoso, antes mesmo de saber o que era e para o que servia já recebia e guardava com todo o amor e carinho dentro do peito, isso me deixava com orgulho por saber que aquele texto tinha sido bem feito.

O meu bem feito talvez não seja o bem feito que a maioria espera que seja, mas criar expectativas não é legal, sabemos muito disso, afinal as decepções estão aí para comprovar, não é mesmo? 
Escrever, alivia, me tira dessa agonia, me faz ver que a cada dia eu evoluí um pouquinho mais de uma forma diferente, além de me mostrar que cada um sente de um jeito e coloca pra fora da forma que é melhor pra si mesmo. 

Não estamos falando dos outros e sim de mim, eu mesma, dona desse blog, a pessoa que escreve sem ler tudo depois e que só corrige as palavras que o corretor do navegador apontam com o sublinhado ondulado vermelho.

Todo ano acontece a mesma coisa comigo apesar de sempre acontecerem coisas diferentes o tempo todo e todos os dias. Quem me acompanha deve perceber, mas pra quem tá chegando agora vou contar igual, cheguei a essa conclusão agora. 
Eu sempre paro de escrever por um tempo por não saber lidar com as emoções, sentimentos e pessoas ao meu redor, deveria saber trabalhar melhor isso, até porque são mais de dez anos escrevendo, mais de oitocentos textos, mas enfim, só na terapia mesmo pra conseguir assimilar. 

Independentemente de qualquer coisa, de qualquer situação ou pessoa, vim aqui e poder falar o que sinto é tão bom pra mim, me deixa tão feliz e é algo que sempre gostei de fazer, e por gostar vou e volto diversas vezes. Com o coração quentinho e cheio de sentimentos bons, inclusive muita positividade e fé.
QUERO LER O POST COMPLETO

Sobre os meus pares



Todos eles ou a maioria deles sempre foram parecidos com o par de alguém conhecido da minha convivência ou de alguém que eu assisto, até um pouco parecido com alguém que eu cheguei a idealizar um dia na minha cabeça.

- Ficou um pouco confuso, mas acho que dá pra entender. - 

Identificava meus pares com todos os outros, mas eu não me identificava com os meus pares, é algo bem confuso, mas é assim que estou me entendendo agora. Os 3 últimos duraram 5 meses cada, nesse tempo eu estava ali presente, me doando e tentando achar mais coisas em comum, principalmente os sentimentos, que na verdade não existiam de verdade, era só o não querer ficar sozinho (a) de ambos.

Acredito que nunca tenha sido amor e sim vontade de dividir a vida, compartilhar as experiências, dormir e acordar do lado de alguém que propagasse um mínimo de afeto mútuo, mesmo que não fosse igual, fosse muito de uma das partes e não fosse como deveria ser com base na minha idealização que nunca vai existir. É, me conscientizei.

Não adianta ficar se espelhando no relacionamento alheio ou idealizar coisas pra mim mesma que não dependem apenas de mim pra acontecer. Posso idealizar as roupas que quero comprar futuramente pra compor um novo estilo ou um próximo post, mas ficar idealizando relações é furada, é ilusão e vai continuar causando frustração.

E depois chegar a essa conclusão não muito legal, apesar de ser muito construtiva para a constante evolução do meu ser, percebo que não vale a pena ficar pensando muito em coisas que envolvem outras pessoas de um modo geral. É estou generalizando mesmo pra não ter possíveis frustrações futuras por querer algo que não depende apenas de mim. 

Compartilhar esse relato com você que está lendo agora, me ajuda a aliviar as coisas que me incomodam, a ansiedade e todas as outras coisas que sinto, e acredito também que vai te ajudar de alguma maneira, porque com certeza eu não estou sozinha nessa.


QUERO LER O POST COMPLETO

Meus 832 textos publicados aqui



Hoje exatamente serão 832 de textos publicados nesse espaço que existe há dez anos. Sinto orgulho por cada palavra, cada linha, cada texto, cada vírgula que já escrevi aqui. Espero sinceramente nunca parar de escrever, quero escrever sobre as minhas experiências e sentimentos até o fim dos meus dias. 

Não estou chamando a morte, até porque tenho medo de morrer, mas isso é outra história. 

Cheguei a conclusão de que expôr o Mundo de Nati em formato de blog foi a melhor coisa que eu já fiz na minha vida até hoje. Poder traduzir meus sentimentos em palavras a cada vez que eu abro o editor é uma maravilha, fico muito feliz quando faço isso, mesmo estando triste na maioria das vezes para escrever.

A minha motivação para escrever durante anos sempre foi a tristeza, mágoa e decepções comigo mesma e com todos a minha volta. Uma espécie de refúgio, de desabafar sem ter que dar satisfação pra ninguém e muito menos ser julgada, porque todas as pessoas que leem o que eu escrevo dizem que se identificam e gostam. Um dos motivos que não me fazem parar de fazer isso, além dos meus sentimentos que tem que ser colocados pra fora de tempos em tempos pra eu não explodir.

Fiquei muito tempo sem falar nada, sem escrever, atucanada atrás de emprego, me doando pra pessoas que não se doaram tanto assim pra mim (mais uma vez), não estou arrependida de ter feito isso, até porque não é a primeira e nem a última vez que farei isso, só quero que na próxima tenha mais reciprocidade para comigo. 

E hoje, aqui, em um lugar que me sinto a vontade e em paz, e voltando às origens da escrita, em um computador de mesa, numa escrivaninha retorno com meus textos, retorno com o que me deixa bem e me alivia completamente, esvazia o meu peito mesmo de todas as coisas que me incomodam. 

Posso estar sendo repetitiva, mas se eu não fosse assim, não seria eu. Seria outra pessoa e esse não seria o Mundo de Nati. Sinta - se a vontade para comentar e principalmente compartilhar. 

Obrigada por ler, até a próxima.
QUERO LER O POST COMPLETO

Um pouco sobre as minhas crises de ansiedade

Todo mundo precisa entender e praticar isso.
Era 2008 e eu tinha apenas 15 anos, estava no primeiro ano do ensino médio e a única coisa que eu queria saber era da minha rotina fora de casa com os amigos que eu tinha conquistado no colégio. Não queria saber das coisas de dentro de casa. Não queria toda aquela responsabilidade que tinham me dado desde os 9 anos, com horários, cobranças e pressão por zelar pela educação e saúde de uma criança que não era minha, que não tinha parido.

Não entendia nada daquilo que acontecia comigo, o porquê de tudo aquilo, só queria me livrar, ser livre exclusivamente. Poder ter meu espaço, com as minhas coisas, do meu jeito e sem ter que cuidar de mim além de mim mesma. Demorei muito tempo pra entender o que eu quero e precisava de verdade.

Até o início do ano passado vivia por viver, se morresse agora tanto faz, não sabia que poderia ter prazer por estar viva e muito menos que valia a pena continuar viva, até que conheci uma pessoa e aconteceram diversos fatores que me fizeram entender de que aqui não é o meu lugar, aqui não é um espaço bom pra mim e que sim, posso sair. Tenho que sair!

Todos os sintomas que venho sentindo há uns 3 anos, são por causa de sentimentos que estou sentindo há mais de 10 anos e que não conseguia enxergar, não distinguia entender de onde tudo tinha se desencadeado, até que comecei a analisar todos os fatos, reler os textos que já tinha escrito aqui e concluí que todos os sintomas são fruto do que já vivi no passado e ainda vivo hoje sem querer viver.

Não estou culpando ninguém, não estou apontando culpados. Estou apenas relatando todos os meus acontecimentos, sentimentos e pensamentos como venho fazendo isso há anos aqui nesse espaço. Não adianta eu querer mudar o seguimento do blog pra agradar a massa se não irei sentir o mesmo prazer escrevendo que nem sempre senti.

Na última crise de ansiedade, tomei vergonha na cara e fui buscar tratamento, agora medicada, ainda sinto várias coisas, mas acredito que a combinação dos remédios e começando a fazer o que eu sinto vontade realmente de fazer vai me ajudar e muito a sair dessa situação que é incontrolável. Que uma hora estou bem e em outra nem tanto. Que nem agora por exemplo. 

Nesse momento a única coisa que eu preciso é de tranquilidade, paz e fazer apenas e simplesmente o que sinto vontade de fazer realmente, sem influencia de um e de outro ou fazer porquê é para o bem de alguém e esse alguém não seja eu mesma. 

Uma das coisas que eu aprendi com todos os fatos dos últimos 19 anos e principalmente nos últimos 365 dias é a cuidar apenas e exclusivamente de mim mesma, por dentro e por fora, mente, corpo e alma, porque ninguém vai fazer isso por mim. 

Gosto de relatar as minhas vivências aqui, porque eu sei que por mais que não tenha comentários, muitas pessoas me acompanham e se identificam com o que eu falo, pensamentos e atitudes. Então, nada mais justo do que continuar com a minha missão de ajudar as pessoas com a minha escrita.

---

Se você gostou: 
Deixe seu comentário e compartilhe com quem você gosta.

Me siga nas redes sociais: 
QUERO LER O POST COMPLETO
Nove de Janeiro

Nove de Janeiro

Nono dia do primeiro mês de 2019 e eu tô aqui de cara lavada, em paz comigo mesmo, começando um tratamento e sendo eu mesma como era há uns anos atrás sem querer e nem precisar agradar ninguém. Agradeço todos os dias por isso, de verdade. 

Nem sei mais quanto tempo fazia que eu não escrevia algo vindo do coração como sempre foi desde a criação desse espaço que no começo se chamava meumundoseutb.blogspot.com, isso mesmo, desse jeito, com um banner bagunçado feito no paint, foi assim que criei a essência do porquê e do pra quê deveria escrever cada linha.

Tá um pouco bagunçado, mas acho que todo inicio de ano ou todo primeiro texto de cada ano ficou assim ou não também. Acho que perdi o fio da meada, a linha, como escrever o primeiro parágrafo de cada texto e o que falar realmente. 

Aos poucos depois de todo esse tempo vou voltar a escrever como escrevia antes, com o coração. Traduzir os sentimentos em palavras que nem no inicio. Com o tempo vou pegando jeito de novo. Sem pressão, sem cobrança e tudo assim meio confuso como sempre foi. 
QUERO LER O POST COMPLETO

Fator de Aprovação do Elyesley Silva é Bom?

Você já se imaginou passando em concurso público em menos de 1 ano? Apesar da grande maioria dos concurseiros acreditar que isso é algo praticamente impossível, ilusório ou inalcançável, o Fator de Aprovação do Elyesley foi criado por Elyesley Silva com o objetivo de provar que isso é possível, viável e real. Não importa se você está começando os seus estudos para passar em concurso público ou se você tem uma boa estrada já percorrida e já faz um tempo que você quer passar em um concurso, o que importa, de verdade, é entender que difícil não é, e nunca foi, sinônimo de impossível. Você precisa entender e considerar que não existe uma "receita de bolo" pronta para seguirmos quando o assunto é estudar para concurso público. No entanto, EXISTE SIM, um passo a passo que te ensina as técnicas, estratégias e metodologias apontando para a melhor forma de estudar e seu desempenhos nos estudos com eficácia a fim de obter resultados nunca antes alcançados. Isso se chama otimização dos estudos, e essa é a proposta do Fator de Aprovação do Elyesley Silva. Considerando que grande número de concurseiros demoram, em média, de dois a cinco anos para alcançar sua almejada aprovação no concurso escolhido por acreditarem que estão dentro da normalidade, então isso nos leva a crer que vislumbrar a possibilidade viável e real de ter esse sonho realizado em apenas 1 ano de estudo é algo realmente desafiador.

Metodologias do Fator de Aprovação do Elyesley Silva

Toda a metodologia ensinada no Fator de Aprovação foi exaustivamente testada e aprovada durante os cinco anos de concurseiro na vida de Elyesley Silva, que colecionou ao longo de todo esse tempo, nada menos do que 10 aprovações com as devidas nomeações. Sendo quatro dessas no seu 1º ano de Estudo, aplicando todos os métodos, estratégias e técnicas ensinadas no Fator de Aprovação. É claro que tudo isso não acontece isoladamente, se faz necessário que você tenha foco, esforço e que acredite em você, que tenha disciplina, sem descartar a fé, que é necessária para a nossa própria existência. Portanto, passar em concurso público como resultado de 1 ano de estudo sistematizado objetivando a aprovação, é algo completamente possível, ainda mais se você faz uso do Fator de Aprovação que tem mudado a forma de estudar de muitos concurseiros. Não basta estudar como um louco 24 horas por dia, é indispensável aprender como estudar, otimizando e validando eficazmente todas as horas e dias dedicados aos estudos de maneira que possa colher resultados nunca antes conseguidos.

Um Ano é Muito Tempo Para Estudar?

Pessando no Fator de Aprovação. Um ano parece muito tempo para quem apenas espera sem ter que fazer absolutamente nada, mas o mesmo ano passa velozmente para quem espera estudando e se preparando corretamente para enfrentar e vencer o desafio de cada concurso. O tempo não para nunca, por isso não devemos esperar demais para tomarmos uma certa decisão, porque os milésimos de segundos se transformam rapidamente em segundos, que se transformam em minutos, que se transformam em horas, que se transformam em dias, semanas, meses e…, quando menos se espera, já se passou mais um ano! O Fator de Aprovação do Elyesley Silva é todo feito com uma linguagem de fácil entendimento, contendo 12 Módulos, cada módulo com Vídeo Aulas que ensinam uma metodologia exclusiva, testada e aprovada inúmeras vezes pelo próprio idealizador e criador do curso Kalebe Dionísio e por diversos outros aprovados no Brasil, ou seja, é algo que realmente funciona!

Depoimento de Alunos do Fator de Aprovação

O Fator de Aprovação trata-se de uma metodologia abrangente na preparação para qualquer concurso público. Uma das coisas mais frustrantes na vida de um concurseiro é ter que enfrentar reprovação após reprovação quando se acreditou estar fazendo a coisa certa na hora de estudar, mas isso pode ser revertido quando se estuda da maneira certa. Acontece que nem todas as pessoas sabem como ensinar a maneira correta de estudar, considerando essa verdade, o que dizer então de ser ensinado, passo a passo, por alguém que coleciona 10 aprovações e nomeações em concursos federais? Isso não te motiva a aprender com quem criou e usou toda a metodologia contida no Fator de Aprovação? Até mesmo na hora de pensar nas condições financeiras do concurseiro, o autor do Fator de Aprovação foi sensato e justo quando ousou lançar uma obra tão necessária aos concurseiros e tão valiosa pois a intenção não era fatura dinheiro e sim ajuda concurseiros de todo o país, por um preço inacreditavelmente baixo, um preço aquém do que realmente vale pelo seu teor inteiramente útil. Um preço que chega a ser simbólico, se consideramos tudo o que Fator de Aprovação oferece junto com seu curso. 


 Você pode mudar a forma como encara os concursos públicos pagando R$ 197,00 – cento e noventa e sete reais, sim, apenas R$ 197,00. Invista em você e na sua capacidade de aprender da forma correta. Não perca mais tempo, porque 1 ano passa muito rápido.

R$ 197,00 é o preço de um sonho, do seu sonho!

Como se não bastasse, o Fator de Aprovação ainda traz para você 7 excelentes presentes, que podem ser baixados para o seu computador:
  • Presente 1 → Gabaritador Ninjas
  • Presente 2 → Grupo de Concurseiros no WhatsApp
  • Presente 3 → Palestras 7 Tipos de Esquemas Mentais
  • Presente 4 → Últimas Tendências de Redações Discursivas
  • Presente 5 Mini-curso de Produtividade para Concurseiros
  • Presente 6 Os 7 Hábitos dos Colecionadores de Aprovações
  • Presente 7 Inteligência Financeira para Concurseiros
E alguns presentes surpresas que o Elyesley Silva sempre gosta de presentear os alunos do Fator de Aprovação. Você tem um ano inteiro para usar o seu Fator de Aprovação, afinal de contas, se seguir seriamente tudo o que é ensinado, você não vai precisar de mais tempo para ser aprovado. Percebeu porque você precisa reaprender a estudar da maneira certa? Para colher resultados esperados e nunca mais se frustrar após cada concurso feito. Você não precisa fazer concurso para obter experiência, porque – Concurso se faz PARA passar e ATÉ passar! (Elyesley Silva) e nunca apenas para obter experiência, sabemos que a experiência também vem das reprovações, mas não de reprovações como objetivo traçado e sim como resultado da maneira equivocada de estudar. O Guia Prático para Passar em Concurso Público em 1 Ano é a forma mais fácil, didática e comprovada existente no Brasil de estudar para Concursos Públicos.

Qual é a garantia?

O guia prático para passar em concurso público Kalebe Dionísio oferece uma garantia incondicional de 15 dias. Ou seja, caso você não se sinta satisfeito com o programa ou ache que não valeu a pena o investimento, é só enviar uma mensagem e o Elyesley Silva devolve todo o seu dinheiro. Essa garantia mostra o quanto o Elyesley silva preza pela qualidade e satisfação dos seus alunos do Fator de Aprovação. Saia do zero a concurseiro! Clique aqui para garantir sua vaga na próxima Turma!
QUERO LER O POST COMPLETO

Estou participando de um desafio - Preciso da sua ajuda!





Participar de desafios que todos participam é muito legal, mas participar de um desafio que você mesma cria é muito mais legal ainda, afinal só você está participando. O meu maior desafio é me manter produtiva durante todos os 31 dias de um mês e conseguir postar com uma frequência bacana de no mínimo um texto por semana.

As situações da vida que nem sempre são tão boas, me atrapalham um pouco de maneira que acontece o famigerado bloqueio criativo. Posso ter feito todo um cronograma de postagens, mas quando chega na hora de produzir aquele post que na minha cabeça iria ficar super show, acaba que não consigo fazer nada, nem o primeiro parágrafo, por mais que eu insista.

Escrevo meia dúzia de linhas e acho que não estão boas o suficiente, rola todo aquele derrotismo e a comparação com outros blogs e etc, me fazendo achar que não tá bom, que tá ruim, que tá péssimo, então arquivo ou simplesmente deleto. Não é certo isso que eu faço, porque primeira pessoa a acreditar no que faço, tem que ser eu mesma e não faço nada disso. 


Pensando nisso tudo e na frase que mais tenho escutado nos últimos de: "Será que ter blog vale a pena?", resolvi criar esse desafio de uma pessoa só pra uma pessoa só, mas quem quiser pode participar, de escrever com mais frequência, seja todos os dias ou um post por semana, pelo menos sairei da marca zero. Além de provar que ter um blog vale super a pena mesmo outras plataformas fazendo mais sucesso aos olhos de quem não lida com elas.

E uma coisa que eu analisei nos últimos tempos e aprendi é que:
O sucesso acontece na frequência, continuidade e perseverança, ou seja, pra você obter sucesso em algum projeto que você deseja, tem que praticar sempre, fazer todos os dias algo por aquilo e por mais que você não obtenha resultados imediatos, porque isso na maioria das vezes é bem difícil de fazer hoje e ter um resultado amanhã, você não pode desistir. 

Demorei muito pra aprender isso, na ilusão de que fazendo agora daqui dois dias ia ter um milhão de acessos e 49 milhões de reais na minha conta, e o tempo me mostrou que eu estava errada de pensar dessa maneira. 

Acredito que a maioria das pessoas que iniciam qualquer projeto já querem estar lá no topo, subir de elevador ao invés de degrau por degrau na escada do progresso, mas as coisas não funcionam bem assim, a banda não toca desse jeito ela toca de outro jeito e nós sonhadores temos que ter paciência e trabalhar todos os dias para que o nosso sonho vire realidade de verdade. 

Em resumo, pensando nisso tudo e mudando a forma de pensar também, resolvi me desafiar a postar com mais frequência para obter os resultados que eu quero e provar que vale a pena ter um blog com argumentos com mais consistência, dados e relatórios ao invés de apenas dizer que escrever pra mim é vida, faz parte de mim e eu nunca quero parar, apesar de não escrever o tanto que eu desejo.

Me lembro de quando eu escrevia com mais frequência e o retorno que eu recebia era muito bom, não falo financeiramente, porque nessa época eu nem imaginava que dava pra ganhar dinheiro com blog. Hoje dá, e viver de um sonho deve ser muito maravilhoso, porém temos que nos planejar para que as coisas não deem errado ou aconteçam de outra maneira. 

O foco agora: é só fazer, produzir, divulgar e multiplicar os números e pra isso conto com a ajuda de todos vocês que me acompanham. É que nem aquele ditado: Uma andorinha só, não faz verão. Conto com a tua ajuda para que o meu maior sonho se torne realidade, que é viver da escrita. E não se esqueça que a ajuda é gratuita, preciso apenas que tu compartilhe a minha arte com os teus migos e migas para que meus números melhorem e eu fique mais feliz assim.

Para compartilhar basta: enviar o link para alguém, clicar nos botões de compartilhamento que tem no final de cada postagem, colocar o link do meu blog no seu blog (me avise que coloco aqui no meu também), entre outras tantas maneiras.

Por hoje, acho que era isso. 
Voltarei em breve, até mais.

Me siga nas redes sociais:
QUERO LER O POST COMPLETO

Minha seleção de peças na FashionMia

Quem é que não gosta de indicação de winter outerwear, todo mundo gosta ainda mais quando a loja tem uma variedade tão grande de cheap clothing online. Vou te mostrar as peças que mais gostei com preços com descontos a partir de 40%, aposto que você também vai gostar.

Você pode escolher entre azul marinho, vermelho ou caramelo; 
Tamanhos do S ao 2 XL, fora que pode consultar a tabela de medidas que tem no site.










































Você pode escolher entre as cores preto e rosa;
Tamanhos do M até 2XL - consulte a tabela de tamanhos antes de escolher.

p


Você pode escolher entre preto, bordô e vermelho;
Tamanhos M até 3XL - consulte a tabela de tamanhos antes de escolher.

p


Você pode escolher entre as cores: preto, amarelo e branco;
Tamanhos do S ao XL - consulte a tabela de tamanhos antes de escolher.

p


Você pode escolher entre as cores: preto, azul, vermelho, amarelo e cinza escuro;
Tamanhos do M ao 3XL - consulte a tabela de tamanhos antes de colher.

p



Por mais que estejamos entrando no verão aqui no Brasil, toda e qualquer promoção e oportunidade de comprar casacos temos que aproveitar, ainda mais eu que moro no Sul, que o frio não brinca quando chega. E particularmente falando, acho muito show ter peças diferentes das outras pessoas pra compôr o nosso estilo, nosso look diário. 
Essas foram as minhas escolhas, não te esquece de ir conferir as outras peças lindas que tem no site. Você pode baixar o aplicativo para acompanhar as promoções que estão rolando para encher o seu carrinho e aproveitar o frete grátis a partir de U$$ 79, além dos cupons de desconto que são aplicáveis em outras peças. E falando nisso também está acontecendo a Cyber Monday com descontos de até 15% dependendo do valor que for gasto no site. Vale muito a pena conferir todas as novidades. Vai ficar de fora dessa? Se eu fosse você não ficaria.

Me conta aí, qual deles tu mais gostou :)

QUERO LER O POST COMPLETO