28/02/15

Amnésia

Por mais que você faça um milhão de coisas por várias pessoas elas nunca estarão satisfeitas e continuarão te fazendo de gato e sapato, como se aí dentro não tivesse um coração cheio de sentimentos e uma mente em conflito pensando se está fazendo o certo ou errado. Ninguém te valoriza, ninguém se importa, eles se importam com o quanto ganham com os seus atos para com eles. Se você tá se fodendo lá na rua, ou se faz daqui e dali pra ajudar um suposto amigo, independente, eles não querem saber. Te procuram quando precisam, te adulam enquanto tu favorece eles, preferem você enquanto lhes convém. E depois? Depois você não é mais ninguém, você deixa de existir, e a consideração simplesmente some. 
Sei que isso não acontece só comigo, é doloroso lidar com tudo isso por muito tempo, por isso tive que escrever. A vontade é sumir, juntar todas as roupas sair porta a fora sem dar explicação, mudar de estado sem dar endereço e satisfação, ter uma amnésia e começar tudo do zero. Mas nada funciona dessa maneira. 
Dói aqui dentro, perturba, incomoda, faz chorar, sofrer.

21/02/15

Não sei responder

Poderia eu estar falando sobre os cabelos crespos e os produtos maravilhosos que tem pra eles ou sobre o meu dia entediante de comer, dormir e trabalhar no shopping, porque acho que as blogueiras mais famosas não tem um dia assim e seria uma pauta diferente para falar, mas talvez não seja tão interessante, pelo menos pra mim. Quem sabe um dia. 

Colocar a felicidade na mão de outra pessoa, depender das atitudes dela para completar a sua vida, é com toda a certeza um erro, que mesmo lendo e assistindo em todos os cantos sempre acabamos cometendo e nos lamentando por isso. É aquela velha história, fácil falar difícil fazer. 

Erramos para acertar. Quando ficamos com alguém, começamos a gostar, almejar as coisas e querer realizar sonhos juntos, automaticamente depositamos nossas fichas naquela pessoa, naquele relacionamento como se fosse o último da vida, que será com ele/ela que vamos ter filhos, casa, cachorro e o pra sempre. Só que é aí que nos enganamos. Não vivemos num conto de fadas, a vida não é tão bela como contam pra nós e a grama do vizinho não é tão verde como pensamos, as vezes são artificiais. 

19/02/15

Tá, mas e o resto?

Independentemente da orientação sexual, da cor, da estatura, peso, classe social, o que vai imperar entre um casal é o amor, a compreensão, a união. Quando temos alguém que nos completa, ou pelo menos que achamos que nos completa, queremos estar juntos o tempo todo, ser e fazer a pessoa feliz tanto quanto você gostaria de ser e que te fizessem. 

Por mais que isso seja muito clichê, afinal relacionamentos são assim mesmo, mas flui, pois tudo na vida envolve relacionamentos, enfim. Quando gostamos de alguém temos que ser feliz, nos sentir bem e não só ficar com a pessoa por comodismo, carência ou medo de ficar sozinha. Temos que ser mais forte do que isso. 

O tempo tá passando, ta tudo acabando, pode até ser um papo meio depressivo, mas é essa a realidade. Você tem que fazer valer a vida. Se você tem vontade de ter uma casa, um carro, dois filhos e um cachorro tem que ir atrás disso, ou ser quer viver dentro de um iglu também tem que ir atrás. 

Com o tempo vamos desanimando e deixando de lado o que nos faz realmente bem e feliz para ficar com o pouco, com o que sobra, com o tanto faz, tanto fez. Pode existir amor e tesão, talvez não seja amor e sim um mix de gostar com comodismo que faz parecer amor, porque amor de verdade tu quer estar perto, fazer o outro bem e quando isso não acontece, não é amor. 

17/02/15

Fim de nós

Tu ama, tu quer construir uma casa, uma família, tudo do zero, porém só você querer não basta, só você correr atrás, não é o suficiente. Por mais cansativo que seja você sair de casa e ir atrás do que é seu, um apartamento/casa, os móveis, carro, quando feito a dois fica mais fácil, mais divertido, a satisfação com certeza  é maior. Tá certo que todos podemos conquistar as coisas sozinhos, mas quando você tem alguém do seu lado por tanto tempo, a vontade de conquistar e construir aparece, existe mais cedo. Para tudo isso acontecer não basta só você ter a vontade, só você querer, só você batalhar.

Até que depois de tanto tempo você recebe um banho de água fria, na verdade é um banho todos os dias, a cada nova vontade dita, cada sonho a ser conquistado dito, até por pensamento é desanimador. Não tem como aguentar uma situação assim, apesar de ter aguentado por dez anos. Sei que não deveria estar expondo a vida pessoal para não parecer que estou falando mau da pessoa ou algo do tipo, mas são coisas que me incomodam ainda mesmo depois do término e eu acho que devo falar sobre isso. 

Chega uma hora na vida que queremos tanto algumas coisas, mas que a pessoa que está junto talvez não queira também, mesmo dizendo existir tanto amor. O amor é bom, é ótimo, sem amor não tem relacionamento, mas a receita do bolo não é feita apenas com ele, tem que ter compreensão, união, cumplicidade e menos egoísmo. Amor com distância, não combinam.