29/02/2012

três



.
O paraíso, na verdade, era uma loja de sucos. Era o lugar que ele mais frequentava, depois da livraria.
- Primeiro as damas.
Era a primeira vez que ela entrava naquele lugar, apesar de conhecer a fama dos bons sucos que eram vendidos ali. Sempre que passava em frente dizia que iria voltar no dia seguinte, mas nunca voltou.
Uma garçonete apareceu e o abraçou calorosamente e disse:
- Pedro, sua mesa está vaga.
Ele agradeceu e lhe ofereceu um sorriso.
- É por ali.
Quando eles se sentaram, ela não perdeu tempo.
- Afinal de contas, qual é o seu nome?
- Como assim?
- Aquela moça te chamou de Pedro e você se apresentou como Guilherme pra mim.
- Do mesmo jeito que você se apresentou como Dora.
- O que você quer dizer?
- Que eu não sou o único a esconder o nome completo.


Read more: Quaresma

28/02/2012

dois




.
Na verdade, ela demorou dezesseis minutos - sim, ele cronometrou o tempo.
Foi o tempo de procurar uma blusa qualquer e calçar o mesmo tênis de sempre.
- Onde você pensa que vai, senhorita?
- Mãe, o cara do elevador me chamou pra sair.
- Que cara?
- O que eu encontrei no elevador, enquanto fugia de você.
- VOCÊ FICOU NO ELEVADOR COM O RAPAZ? SÓ DE SUTIÃ?
- E descalça!
Ela respondia tudo com uma naturalidade tão grande, que sua mãe ficou sem saber se acreditava ou se lamentava. O motivo da fuga foi esquecido, ela bateu a porta e entrou no elevador. Assim que saiu, seus olhos o localizaram e ela foi em sua direção.
- Prazer, me chamo Dora.
Um sorriso amarelo e uma mão estendida, essa era a cena capturada por quem passava pela praça.
- Me chamo Guilherme e  na minha terra a gente cumprimenta as pessoas assim.
Ele estendeu a mão e a puxou pra perto, deu-lhe um abraço e três beijos nas bochechas. Antes dela ficar com vergonha, ele abriu a porta do carro.
- Onde vamos?
- Ao paraíso!


Read more: Quaresma

25/02/2012

Mais uma expectativa

378664_283530128361926_197042553677351_740931_1224766628_n_large


Hoje não há mais nada a dizer, apenas sentir. Mais do que as palavras falam os atos gerados pelos sentimentos. E no momento, ao invés de escrever todos os meus planos que incluem você, idealizar mil e uma coisas para fazermos juntos e criar expectativas em relação à você, à nós, prefiro ficar calada, deixar que o tempo e a tua vontade me diga como vai ser. E dessa vez, sem correr tantos riscos, sem chorar, sem me magoar e sem achar que vai ser tudo lindo, porque as coisas não dependem só de mim, dependem do par, de nós dois. Vou esperar um dia após os outros, sem planos, porque a maioria deles nunca dão certo, sem enganos, apenas com esperança que a cada dia seja melhor e mais forte, tanto os nossos sentimentos quanto a nossa relação. Tudo começa com uma amizade e acho que nós estamos começando certo. Mas se não for do jeito que eu to pensando que vai ser, o que vai predominar vai ser a amizade. E pelo menos, eu terei tentado ser feliz com você. 

Fica a Dica:

Para participantes de sorteios: 

Essa semana conheci um programador de tweets, o Twuffer, é bem fácil de usar. Se você participa de várias promoções está cansado de ficar copiando e colando todos os dias um monte de frases promocionais, encontrou um aliado para vencer os sorteios. Basta escolher a data, o horário, frase a ser postada e clicar em Schedule Tweet. A única coisa que eu não achei vantajosa é que não dá para selecionar vários horários e datas ao mesmo tempo, tem que fazer um por um, mas seria a mesma coisa que ficar postando todos os dias, mas com ele você programa tudo e deixa que ele faça o trabalho por você. 


Para criadores de sorteios:

Indo participar de mais um sorteio, no blog Brincando com Livros, conheci o Rafflecopter, é um método de sorteio bem mais prático e eficiente do que preencher mil vezes os formulários. Para fazer login nele, podemos usar a conta do facebook, basta clicar em Log in w/ Facebook, fazer o passo a passo que o respectivo sorteio estiver pedindo clicando no +1 DO IT! (o número não vai ser sempre o mesmo) e clicar no enter após fazer. Tanto o Twuffer, quanto o Rafflecopter, são em inglês, então se você não sabe inglês, pode usar o navegador Chrome, ou então ir no Google Tradutor para poder usar. 


E cá entre nós, é um saco preencher quase 30 vezes os formulários para participar das promoções e não ganhar. 

23/02/2012

um




.
Tudo começou dentro do elevador, ela fugia da mãe e ele estava saindo para o trabalho - pelo menos foi o que ela pensou. Durante a fuga ela saiu somente de sutiã e short, entrou dentro do elevador sem reparar na existência dele, até que ele comentou:
- Tá calor, né?
Antes mesmo de conseguir pensar numa resposta, seu rosto já estava mais vermelho que tomate maduro. Ela olhou para trás e tentou agir como se estivesse completamente vestida.
- Pois é. 
- Você sempre vai pra rua assim?
- Assim como?
- Descalça.
Ele começou a rir e como não tinha jeito, ela riu junto. As risadas se misturaram e quando perceberam já estavam no térreo. A porta se abriu e ela foi caminhando junto com ele, sem se importar que lhe faltava a parte de cima da roupa e um calçado. O carro dele estava estacionado perto da praça, ele não falou nada, mas percebeu a companhia dela.
- Quer uma carona?
- Não não! A verdade é que eu preciso voltar pra casa, antes que a minha mãe me veja na rua assim, descalça.
Mais uma dose de risos e então uma pergunta inesperada.
- Aceita sair comigo?
- Quando?
- Eu diria agora, mas espero você ir se calçar primeiro.
- Volto em vinte minutos.


Quaresma

Você me bagunça

Sabe quando te dá uma vontade de chorar? O coração aperta e tu não sabe o por quê? Tudo parece correr e você parada no mesmo lugar? Você querendo amar e ser amada e nada disso acontece? Há algumas coisas que podemos fazer para melhorar, mas e o que não dá pra fazer nada, porque depende de outra pessoa, o que fazemos? Ficamos sentadas esperando a dor passar pra seguir em frente? Por mais que tenhamos família e bens materiais, eles não são capazes de suprir outras necessidades, não to falando de sexo, to falando de amor. Sexo conseguimos fácil, mas e o amor, será que ele existe? No momento pra mim ele não existe, mas pra muitas pessoas ao meu redor existe. E e eu me pergunto, quando é que ele vai me encontrar? Ou sou eu que tenho que ir atrás dele, como agir, como lidar?

 As lágrimas não saem mais, então choro internamente, não sei se isso existe, mas é o que acontece comigo. O você de todos os dias, é um espaço vazio, sem dono, não tem ninguém, digamos que seja uma vaga em aberto, praticamente isso. Dedico músicas, textos, sentimentos, tudo e mais um pouco, para você, um alguém que não existe mais. 

397968_378986492116404_334959596519094_1641205_279592355_n_large

Então, quase todos os dias, numa noite não muito quente, meu coração aperta, na garganta cria um nó, me dá vontade de chorar, porém lágrimas não há mais para expressar tudo o que está me corroendo por dentro, sinto medo de dizer, de me expôr, mas dane-se eu to falando de amor, um que já existiu aqui e que hoje dorme, na mesma proporção da distância da pessoa que um dia já esteve presente no meu coração, na minha vida. Infelizmente tudo tem um final, mesmo nós sabendo, mas quando acontece sofremos como se nunca fosse acabar a dor que nos tortura sem data e nem hora pra ir embora. 

22/02/2012

Sobre Blog

Quando eu criei meu blog, em 31 de agosto de 2008, as pessoas usavam o blog como se fosse um diário virtual. Escreviam sobre o dia, diziam como se vestiam e o que comiam, se começavam a namorar e até quando brigavam com os pais. Com o tempo isso foi mudando, começaram a criar blogs com outros temas. As abordagens aos assuntos pessoais mudaram, ficaram mais sutis e ao mesmo tempo mais agressivas dependendo das palavras usadas. Há um tempo atrás teve a época de avaliar os blogs, de projetos para blogueiros com criatividade para poder escrever sobre diversos temas, antes já tinha, mas não na quantidade que tem hoje, os blogs sobre moda e resenhas. É modinha fazer blogs abordando esses temas, porém as pessoas tem que ter consciência o bastante sobre o que estão falando para poderem escrever informações corretas sobre o assunto. Ter um blog vai além de escrever sobre um assunto que todos leem, de agradar à gregos e troianos, o blog tem que ser criado para o agrado do criador e consequentemente será dos seus futuros leitores também. E do que adianta eu ter um blog com 1 milhão de seguidores se não é sobre isso que eu gosto de escrever ou então fico copiando dos outros? Só é válido o que te satisfaz, o que te ajuda de alguma forma. É uma válvula de escape tanto pra mim quanto para os outros que leio. Tenha personalidade o suficiente e crie um blog para si e não para os outros. Siga a mesma linha durante e depois, ao invés de seguir modinhas. 

Achei que ia ficar melhor, por causa do começo, mas ficou assim. 

21/02/2012

um - caio fernando abreu

De repente, estou só. Dentro do parque, dentro do bairro, dentro da cidade, dentro do estado, dentro do país, dentro do continente, dentro do hemisfério, do planeta, do sistema solar, da galáxia — dentro do universo, eu estou só. De repente. Com a mesma intensidade estou em mim. Dentro de mim e ao mesmo tempo de outras coisas, numa sequência infinita que poderia me fazer sentir grão de areia. Mas estar dentro de mim é muito vasto.

  • Caio Fernando Abreu

20/02/2012

Valores Trocados

Hoje eu não vim falar de amor, de dor, de sofrimento, sobre as horas e muito menos sobre o tempo, vim falar de uma coisa mais importante do que tudo isso junto, da Tekpix. Mentira. 

Brincadeiras a parte, vamos falar de um assunto polêmico, e não são mamilos. 

Você já percebeu que a maioria das coisas que faz é por obrigação, educação e/ou por livre espontânea pressão? E quando tentamos fazer algo que gostamos, sempre tem alguém para interromper, podar, dizer que não dá. Até quando vamos permitir que façam isso conosco? Quando crianças, adolescentes, antes de trabalhar, eram nossos pais que faziam esse papel de poda nas nossas ações e pensamentos. Mas hoje, é a sociedade que tomou o papel de nossos pais e querem nos coordenar de qualquer forma. Eles dizem que nós temos que ser magros, de cabelos lisos, que o loiro é mais bonito e que você só vai ser feliz se tiver mil amigos - fora das redes sociais - e um marido e junto filhos. Irão te tratar bem se você vestir uma roupa que é metade do salário deles pra mais e carregar uma chave de carro na mão o tempo inteiro, conheço muita gente assim que não tem dinheiro e é só aparência. Quando uma pessoa mais humilde chega numa loja onde só entra pessoas com as características citadas anteriormente, eles não dão bola, mesmo a pessoa querendo comprar, dão bola pra essa gente que vive de aparência, que pede pra descer mil pares de sapatos, olhar vários modelos de blusas e não compra nada. Preferem quem não trata bem, esnoba e humilha. Pode parecer clichê e até um assunto hipócrita, sem nexo, sem criatividade. Não me importo com isso. Apenas me importo com o jeito que tratam as pessoas.

Tumblr_lyzviuzq2i1rnmac8o1_500_large

Muitos dos atendentes das lojas dos shoppings dos quais frequentamos e não nos tratam bem, são instruídas pra isso e com o tempo elas fazem e nem se tocam mais. Porém, elas se esquecem que não são as donas das lojas, são simples funcionárias e que amanhã pode chegar uma melhor e ficarem desempregadas. Talvez sejam mais pobres que nós. Mas isso não faz diferença. Todos tem que se tratar como querem ser tratados. Independente da classe social, dos bens materiais, da cor da pele, do jeito do cabelo, de vícios, situações e condições.

Somos e seremos iguais, agora ou depois, sem restrições e preconceitos. Mude os seus conceitos. Hoje estamos aqui, depois estamos lá, não sabemos do dia de amanhã e nem se ele existirá pra nós. Hoje você pisa na pessoa e se amanhã você precisar, será que ela lhe estenderá a mão? 

Não dê o troco na mesma moeda. Seja superior, não tenha rancor. Nenhum dia é igual ao outro. O que vai, volta.

Gentileza, gera gentileza. 

19/02/2012

Tag


Recebi essa TAG da: Jeniffer Yara
Regras: Cada pessoa deve postar 11 coisas sobre si mesma em seu blog.
Responda as questões de quem te deu a tag no seu post e crie 11 novas perguntas diferentes para passar adiante.
Você deve escolher 11 pessoas para dar a tag e colocar o link delas no seu post.
Ir para a página dessas pessoas e dizer a elas que você as indicou.
Não indique a tag para quem já te indicou.

11 coisas sobre mim:
Sou gaúcha
Solteira
Não consigo ficar muito tempo off
Começo livros e não termino
Enjoo-me muito rápido das pessoas
Não gosto de usar perfume
Pra navegação ser perfeita tem que ter 7 abas abertas
Sonho em transformar o blog em livro
Quero namorar, mas não tenho paciência
Não gosto de ir pro centro
Amo shoppings, ainda mais com cartões de crédito

11 respostas:
1. Livro favorito: O Alienista - Machado de Assis
2. Filme que marcou: 10 cosias que eu odeio em você
3. Manias: Enrolar fio de algodão
4. Coleciona algo? Colecionava cartões de telefone público, hoje não mais
5. Algum sonho que queria muito realizar logo? Morar sozinha
6. O que não suporta? Obrigações, compromissos e mentiras
7. Música/bandas favoritas: Fracasso - Pitty
8. O que mais te agrada: Liberdade de ser e fazer o que quero
9. O que te conforta em situações difíceis? Saber que é passageiro e que em breve vai melhorar
10. Medo de envelhecer, tem? E de morrer também
11. Uma frase/citação/pensamento favorito: Torna - te aquilo que tu és. - F. Nietzsche

11 perguntas a serem respondidas: 
1. último livro 2. sonho de consumo 3. quanto tempo de blog 4. feliz ou infeliz 5. trilha sonora da sua vida 6. escritor preferido 7. medo 8. quanto tempo on diariamente 9. escolaridade 10. o que é amizade pra você 11. o que você gostaria de estar fazendo agora.

Indicações:


E recebi também da Jeniffer Yara
Regras: responder às perguntas abaixo e indicar para 15 blogs e avisá-los.
Nome: Natália Pereira
Uma música: One and only - Adele
10 coisas sobre mim: Tem 11 acima.'
Humor: Na maior parte do tempo sarcástico.
Cores favoritas: Azul, preto, cinza.
Um seriado: Cold Case
Frase ou palavra mais dita por você: Puta merda
O que achou do selinho? Legal, fazia tempo que não ganhava um.

Então, já indiquei 11 acima e agora mais 4: 


Obrigada Jeniffer Yara

um - verônica h.


Quando não quero mais ser eu, faço uma tatuagem. Mudo o cabelo, troco de emprego, de amigos, mudo tudo. No fim acabo sobrando de frente pro espelho e sou eu de novo, um pouco mais colorida, um pouco mais solitária, bem menos humana e sociável. Eu me volto pras palavras e venero seus encantos, como se por me descreverem pudessem me bastar. Palavra não faz carinho, menina, palavra não dá colo. É de abraço que eu preciso quando não há mais letra, tatuagem, tinta, papel, caneta, poesia. Quando não tem mais rima, é de corpo e conforto que eu preciso.
Verônica H

18/02/2012

Não me julguem


Numa tarde de sol quente, escaldante, nossos olhos se cruzaram. Eu te achei horrível e você me achou diferente, de todas que já tinha visto em toda a sua vida. Sempre te via de longe, com um cabelo desgranhado, parecia mais a peruca da nega maluca e uma pancinha que já subia pelo cós das calças. Tu era comprometido, com uma menina mais nova, que tem quase a minha idade, porém estavam grávidos. Todo dia via vocês, tu segurando ela no braço, ajudando a carregar o filho que estava no ventre dela. Tu me disse que era apaixonado por ela, ela se comportava como se tu não existisse mais, apesar de ter um filho teu, mas filho não é motivo. Um dia tu teve a oportunidade de se aproximar, deixei, não estava perdendo nada e tu queria ganhar tudo que viesse de mim. Homem é tudo igual, não adianta. Tu continua apaixonado por ela, gosta de mim e eu aproveitando os momentos contigo, poucos mas bons. O que acontece são apenas palavras e beijos, nada demais, mas é bom, melhor do que eu imagina. A aparência já não é mais a mesma decadente de antigamente, melhorou, evoluiu e muito. Enfim, a vida é feita de momentos, temos que curtir todos quando tivermos oportunidade e não deixar passar, porque depois que se arrepender não vai adiantar mais querer voltar atrás. 



Podem até me dizer: "Guria, tu vai te iludir, sofrer, chorar, se apegar e no final vai se foder e de quebra ser fodida!" Mas gente, se eu não arriscar e tentar ser feliz do lado de alguém, como vou conseguir saber se vai dar certo ou não? Então, corram riscos, chorem e tentem ser feliz, porque não dá pra viver com medo. Chega!

17/02/2012

um - tati bernardi


Quero que ele passe a mão na minha cabeça quando eu for sincera em minhas desculpas e que ele me ignore quando eu tentar enrolá-lo em minhas maldades. Quero que ele me torne uma pessoa melhor, que faça sexo como ninguém, que invente novas posições, que me faça comer peixe apimentado sem medo, respeite meus enjoos de sensibilidade, minhas esquisitices depressivas e morra de rir com meu senso de humor arrogante. Que seja lindo de uma beleza que me encha de tesão e que tenha um beijo que não desgaste com a rotina!
Tati Bernardi 

16/02/2012

Versos Soltos

Tumblr_lxf786cas91qlo75yo1_500_large Sem nada para dizer, venho lhes dizer que o sofrimento estacionou, o sorriso permanece na face daquele que entristece a cada dia que passa. Não seria por pena, por centenas de decepções, talvez seja pela solidão. Pensar ao contrário do que é, não vai mudar nada, vai ser em vão. A certeza de que você está indo no caminho certo, qual é? Resultados ainda não surgiram. E se você chegar no final, ver que está tudo errado, vai se acomodar e continuar ali mesmo ou retrocederá? Talvez o rastro dos passos dados tenham sido apagados. Não chore mais, o leite já foi derramado, as palavras já foram ditas e as atitudes nunca existiram. 

15/02/2012

um - martha medeiros

Eu gosto de pessoas inteligentes que enxergam o mundo com humor. Tem muitas pessoas em quem eu bato o olho e penso: deve ser legal ser amiga dele. É gente que não carrega o mundo nas costas, que fala olhando nos olhos, que não se leva tão a sério, que é franca na hora do sim e na hora do não. É difícil sacar as qualidades de uma pessoa sem antes conhecê-la, mas intuição existe pra isso. Tenho vários amigos que enriquecem minha vida e se encaixam no meu conceito de “pessoas especiais”, mas meu coração é espaçoso e está em condições de receber novos inquilinos.
Martha Medeiros

14/02/2012

Você entende o que eu digo?

Você já parou para pensar que o que dói mais são as palavras e não os atos? 
O que vai te doer mais não vai ser o seu namorado beijando outra boca ou a tua melhor amiga te trocando por outra, só porque ela tem mais bens materiais do que tu. E sim o que ele vai te dizer depois de ter feito e a rejeição dela. Aí você deve estar pensando que não, que eu estou enganada e que tudo o que eu estou falando agora é só pra encher linguiça aqui no blog, mas não é.

4a21795e49cb7a76b0ba6110b0ca2e5b_large

 Você já parou pra pensar no porque que nós queremos atos ao invés de declarações? 
Porque você, nós, enfim todos, não queremos nos iludir apenas com aquele 'eu te amo' que escutamos de qualquer um a todo momento. Queremos que a pessoa se descabele pra provar o que realmente sente, mas nunca provam, ninguém faz nada, continuam nos iludindo com suas falsas promessas e palavras declarando sentimentos que são insuficientes para condizer com a intensidade das palavras ditas e escritas por aí. Então, não venha me dizer que o que eu estou dizendo não é real, tenha certeza que é bem mais real do que o teu suposto namorado diz pra ti toda vez que te liga e o que a tua amiga, que tu considera a melhor, te diz. Amizade de verdade não é apenas estar nas horas boas, é estar nas ruins também, é escutar o que o outro tem a dizer sobre você e sobre as coisas dele, é ajudar, é estar presente, com ou sem dinheiro, é estar contente apenas em estar na presença da pessoa. Já relacionamento de verdade não consigo descrever muito bem, na minha concepção superficial é fidelidade, respeito e sentimento. Talvez seja apenas teoria, nunca coloquei em prática, com certeza vai bem além disso, mas isso é o começo para estruturar o relacionamento dos seus sonhos, ou não. Afinal, as coisas não dependem apenas da gente para acontecer. 

O Ponto Negro



Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago.
Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria.
O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume.
Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha.
Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.
O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:
- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.
Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa.
Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta.
Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar:
- Esse teste não será para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco.
Todos centralizaram suas atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossas vidas. 
Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros. 
A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado. 
Temos motivos para comemorar sempre! 
A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá o sustento. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!
O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com um amigo.
Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente.
Pense nisso!
Fonte: Tumblr

Demorei, mas apareci, mesmo com um texto que não é da minha autoria. A partir de hoje irei postar todos os dias com textos meus ou não e é claro que creditarei. Aceito sugestões. 

08/02/2012

e ter na mente

E se você soubesse o quanto eu estou sofrendo nesse momento, por você ser mais uma tentativa minha em vão para ser feliz, adiantaria alguma coisa? Talvez não. Talvez você riria mais ou então fizesse alguma diferença. Então você não teria se aproximado, não teria me dito todas aquelas coisas que me fizeram sentir emoções nunca sentidas antes. Emoções essas que me deixaram com um aperto no coração, falta de ar e um nó na garganta como se eu fosse chorar, mas não chorei. Aliás, ainda estou com vontade de chorar, mas não por ontem e sim por hoje, pela decepção. Você me fez idealizar uma pessoa que não passava de um personagem, num palco, num teatro sem cenário, sem trilha sonora e com um espectador apenas, eu. Não me arrependo de ter assistido o teu show, me senti numa montanha russa com um comprimento sem fim, foi bom, se eu pudesse até reviveria, porque eu sei que a segunda vez nunca é igual à primeira. Porém, acho melhor ficar do jeito que está, você por aí e eu cá.

Tumblr_lyxjv8dl7d1qzi9p6o1_500_large

Precipitada talvez eu esteja, por querer sempre tudo do meu jeito, só que infelizmente não funciona assim, nunca funcionou e provavelmente nunca funcionará, ainda mais quando depende de uma outra pessoa para o desenrolar da história dar certo. Ontem eu fui feliz, hoje eu fui triste e amanhã será amanhã.

05/02/2012

O que será do meu destino?

O que eu quero é viver livre longe de todos, não quero a companhia de ninguém. Quero que me deixem partir em um pedaço de gelo, assim que nem fazem os esquimós com as pessoas mais velhas das suas famílias. Porque tem uma hora que a gente cansa de ouvir todos os dias a mesma coisa, de ser empregada em tempo integral, de não viver fases da vida por culpa de terceiros. É essa a hora da mudança. Pegar as malas e ir sem rumo, em busca da felicidade, com vontade de viver, ir para frente, parar de andar em círculos. Fácil, todos sabemos que não vai ser, mas não vai ser impossível de ser feliz sozinha. 

Como você se sente tendo que escrever tudo o que sente, por não poder desabafar com ninguém, porque corre o risco de julgamentos, xingamentos e brigas? 

Traveller-full_large

       
Quando você tiver a oportunidade de bater as asas e ir para longe do ninho, vá, sem pensar duas vezes. Vai ser bom pra quem ficar aprender a te dar mais valor e não ter querer só por causa de dinheiro e melhor ainda pra você que vai aprender a caminhar sozinha, sem depender de mais ninguém além de si mesma. 

Onde não há colaboração de ambas as partes não tem que haver convivência. Tudo sempre é e será motivo de discussões. Um piscar diferente é porque você não está contente. A vontade de chorar é dia e noite, noite e dia.

Não quero dó e nem piedade, só quero poder ter a liberdade de escrever o que sinto e penso aqui, sem julgamentos. Também sou filha de Deus e tem uma hora que não dá mais para guardar tudo para si e agir como se não estivesse acontecido nada. Se é ou deixa de ser exposição demais, é problema meu, cada um com os seus problemas.