26/11/2017

Depois de 20 dias, voltei!

Facebook | Twitter | Tumblr | Instagram fonte


Acordei hoje de manhã e pensei comigo, estaria eu enfrentando a crise dos 25 ou a dos 20 e poucos? Sinceramente não sei, só sei que tô numa fase de achar que nada é suficiente, muito impaciente querendo fazer tudo e ao mesmo tempo não fazendo nada. Com um milhão de ideias na cabeça para saírem do papel/cabeça e sem conseguir agir por preguiça, por achar que não vai dar certo até ver a mesma ideia send feita por outra pessoa. Bem no fundo acredito que tenho potencial pra realizar tudo o que eu quero, a única coisa que me falta é a força de vontade e ficar me comparando com fulano ou ciclano, esse derrotismo não sai de mim.

Tenho assistido vídeos de várias pessoas de todos os nichos pra ver se me dá um up e consigo seguir em frente com as ideias, pelo menos 1 que seja, só tenho que sair da minha zona de "conforto", que de conforto não tem nada, afinal só me atrasa. Começar a fazer o que dá na minha mente e sinto vontade pra ser feliz de verdade trabalhando com o que eu acredito realmente, ou seja, todos os empreendedorismos que saem da minha cabeça por mais absurdos que sejam. Não posso deixar que o pensamento negativo alheio me domine, preciso aprender a filtrar esse tipo de coisa, tudo o que for negativo entre coisas, lugares e pessoas, tudo o que não me faça bem a curto, médio e longo prazo



O segredo de tudo está em esperar por mais tenso que seja essa parte, mas faz parte e não podemos colocar a carroça na frente dos bois achando que as coisas irão dar certo assim, óbvio que não se aplica pra tudo na vida, porque tem algumas coisas que se não dermos um peitaço* não saíremos da estaca zero.


Depois de muitas dormências, muito estresse, aprendi a parar de comparar a minha vida com as das outras pessoas e apenas focar em histórias de vidas de pessoas que fazem as mesmas coisas que eu e queriam coisas parecidas também, como se fosse um estudo de caso para me basear e ter como inspiração pra não desistir.

E a melhor coisa que eu aprendi é esperar, ter paciência e deixar o fluxo da vida se encaminhar, óbvio que não vou ficar parada esperando cair do céu, porque só o que cai do céu é chuva, vamos combinar. Se quero chegar a algum lugar tenho que dar o primeiro passo, em qualquer situação, a ação é a alma do sucesso.

*peitaço*: ter coragem o suficiente para tomar uma atitude apenas focando no resultado sem dar tanta importância para os medos e o que isso pode trazer de ruim no meio do caminho.



06/11/2017

5 coisas que me acalmam

também me acalmam

Tem um momento do dia que ficamos, nos sentimos sobrecarregados e que precisamos parar pra não pirar o cabeção de vez. E é nessa hora que eu busco fazer o máximo de atividades que me permitam alcançar a paz interior que tanto preciso. 

Como uma usuária assídua da internet, faço a maioria das coisas por aqui mesmo. Vamos a essa maravilhosa lista que por mim praticaria todos os dias, o tempo todo. 

1 - Escrever (tanto on quanto off):

O máximo possível de tempo passo escrevendo, rabiscando, desenhando muitas coisas que saem involuntariamente, que fico surpresa, porque não sabia que estavam ali ou que sairiam daquela maneira. A maioria não acho tão bom assim para que alguém leia. De um tempo pra cá mudei de opinião, passei a achar que tudo que é feito de coração merece e tem que ser lido por todo mundo. 
Vou listar pra vocês 15 textos que me orgulhei de escrever:


2 - Escutar música alta e cantar junto:

Na playlist tem várias músicas, mas só escutamos 5 ou 10, no máximo 15 e olhe lá. A satisfação que dá de cantar minhas músicas preferidas com todo fôlego, que tenho e não tenho, é maravilhosa. Essa é a minha playlist, dá o play e leia o restante desse post. 


3 - Ver ilustrações:

Adoro desenhos e ilustrações, as cores combinadas, o traço do artista e a história tão real contada ali, me fascinam de tal maneira que me inspiram a escrever novos textos. Meus artistas preferidos, são: 



4 - Assistir Lia Camargo:


Acompanho - a há alguns anos, gosto do trabalho que desempenha e principalmente da forma calma como ela fala. Ultimamente tenho preferido ver os vlogs e as reformas. Nos vlogs ela mostra que a sua vida aproxima - se da vida real de qualquer pessoa que não seja blogueira/youtuber e tenha ou não tantos recursos quanto ela. E nos de reformas mostra fomas mais econômicas e criativas de repaginar os cômodos e móveis sem  se desfazes deles. Em seguida a playlist de vlogs e a de reformas:



5 - Ficar no silêncio:

Nada melhor do que chegar em casa e usufruir do meu querido e amado silêncio que tanto necessito todos os dias. Ele me ajuda a organizar todos os meus pensamentos, fico mais tranquila e "esqueço" dos problemas que é o principal. 

O que te acalma? Me conta aí nos comentários