28/08/2011

Lamúria

Não tenho amores. Não tenho amigos. Os sentimentos seguiram o rumo do fim e se foram para nunca mais ou tão cedo não voltar. Por dentro é um vazio que me assombra diariamente, me perturba, então ocupo minha mente enquanto estou acordada, porque na hora de dormir sei que vou sonhar com coisas que não existem. Não quero pena, não quero dó, só quero e preciso desabafar. 
detalhe: não aguento mais essa hipocrisia.

21/08/2011

e o que me resta é continuar [...]



Além do que vemos nas pessoas há o que elas sentem e não deixam transparecer. Não nos importamos com os sentimentos e muito menos com os nossos, pois nos deixamos magoar até chorar de tanto sofrer, mas não nos damos conta de tudo o que acontece antes, durante e depois. E do que adianta tentarmos ser um alguém especial na vida de alguém se não conseguimos nem ser protagonistas nas nossas vidas? É também não entendo nada do que digo e nem do que penso. Só sei que no final fará sentido, talvez faça sentido.

15/08/2011

Como sonhar de olhos abertos?

Debaixo das cobertas é onde encontro a paz todas as noites e em todos os momentos que ainda posso ficar ali deitada, sonhando, longe de tudo que me aflige e de todos que me perturbam de alguma forma. É também ali que sonho ser feliz com um amor, ser rica e em não chorar mais por causa de coisas e pessoas bobas. Depois que levanto tenho que encarar a realidade, por pura obrigação e não por prazer como deveria ser. Mas do que me adianta ficar presa a sonhos se não posso dormir o tempo todo?
Tenho que encontrar a felicidade acordada, longe ou perto de quem está ao meu redor diariamente. Infelizmente, não é tão fácil como escrever essas linhas, como deitar, dormir e sonhar, é necessário mais esforço e envolvimento com todos os ingredientes da fórmula para ser feliz. Admiro quem consegue ser mais feliz acordado do que sonhando. Porém, no presente, a minha realidade é diferente e eu preciso mudá-la.

'Por fora, já desistiu. Por dentro, sempre descobre alguma desculpa para recomeçar'.

Frase de Fabrício Carpinejar

09/08/2011

é tarde ♪



Olhar para o nada que existe no horizonte e pensar em tudo que fez, deveria ter feito e deixou de fazer por medo de arriscar, de tentar ser quem realmente é. Agora talvez, não adiante mais querer voltar atrás, resolver o que não ficou resolvido quando você saiu do ambiente ou o ambiente saiu de você. O melhor é seguir em frente, ir para outros ambientes, tentar mudar o que seu coração sente ficando perto de outras pessoas, porque continuar a bater na mesma tecla já não dá mais.

01/08/2011