28/10/2017

eu tenho tanta coisa pra te dizer

Facebook | Twitter | Tumblr | Instagram




Eu sei que escrevo textos que você nunca vai ler, que nem sabe que existem e são exclusivamente pra ti. Essa é a única certeza que tenho nos últimos 3 anos, ou quase. A tua falta ainda me assusta e isso é nítido, só não enxerga quem não quer, na verdade ninguém precisa enxergar, acho que isso é até uma fraqueza minha. 

Tentei superar por tanto tempo, lutei e relutei, não queria nem pensar em ti mais, mesmo depois de ter amadurecido o suficiente pra não guardar rancor e nem mágoas de ti, porque um relacionamento é feito por duas pessoas. E se algo de ruim aconteceu, que eu não gostei, talvez eu tenha agido de um certo modo pra receber essa reação em troca. 

O que eu senti por ti foi sentimento de posse, foi egoísmo, foram mais coisas ruins do que boa ou talvez tenha tudo sido meio a meio. Pensei em como teria sido se eu tivesse partido contigo sem todas aquelas cobranças idiotas, sem ter deixado tantas pessoas se meterem entre nós e dado palpite. 


Sinto que tenho que acertar contigo, que te devo um pedido de desculpas por ter te tratado desse jeito, por ter deixado as coisas irem pro lado que foram, por não ter te amado por completo e mais como deveria ter amado. Hoje tenho a plena certeza de que tudo o que aconteceu e eu não gostei, grande parte foi culpa minha 

A verdade é que não somos adivinhos pra saber que depois de um tempo muita coisa ia mudar, que íamos amadurecer, que eu ia mudar tanto quanto mudei nos últimos 3 anos. Me arrependi de muita coisa, vi que não precisava ter acontecido nem um terço do que aconteceu, mas já foi e está no passado. 

Tem muita coisa guardada no meu peito, tenho tanta coisa pra te falar pessoalmente, mas estou esperando as voltas que o mundo dá pra te encontrar de novo. 

E se você leu até aqui, dá o play!

22/10/2017

O que você faz pra ajudar quem você gosta?

Facebook | Twitter | Tumblr | Instagram 


Essa é uma pergunta que eu me faço há alguns dias já e talvez isso não passe pela cabeça de muitas pessoas, é mais uma reflexão que fica pairando pelo ar e que pesquei pra vim debater com vocês. 

Particularmente, quando eu faço algum post que me orgulho muito aqui no blog, adoro ler os comentários, ver as pessoas compartilhando, dizendo que gostam do que eu faço e não é diferente em relação aos vídeos.

É muito bom ter o nosso famoso reconhecimento quando fazemos o que gostamos. Ele que nos dá mais vontade de continuar a fazer o que gostamos, produzir, desenhar, pintar, seja lá o que escolhemos fazer, o importante é fazer com amor e passar isso pra quem consome o que você produz. 

E respondendo a pergunta do título: 
O mínimo que eu faço é dar like e compartilhar, ultimamente tenho comentado em vários canais que acompanho e nos blogs compartilho nas minhas redes sociais além de comentar nos posts também. Acredito que se eu quero que façam o mesmo comigo tenho que fazer com os outros também. Temos que fazer para os outros o que queremos receber sempre, em todos os sentidos e momentos da vida. 

Fiz um vídeo falando melhor sobre isso, tô muito orgulhosa de mim mesma nesse vídeo. Espero que vocês gostem, compartilhem, deem like e se inscrevam no meu canal.