28/05/2016

Pro teu bem

Imagem: Weheartit


O amor é bonito? Sim, é bonito. 
Na vida real não é que nem nos contos de fada, mas vendo bem nem nos contos de fada é tão perfeito assim, porque é errado um príncipe beijar uma princesa dormindo, ela está desacordada sem saber o que se passa, enfim. 

Por mais que o trauma ainda esteja presente em minha vida e na de outras mulheres que passaram muito tempo em um relacionamento abusivo e depois conheceram o feminismo e se libertaram dessa prisão camuflada. (Agradeço todos os dias por ter me livrado)

Achamos que vivemos em um paraíso maravilhoso, que ele nos cuida e nos protege, não deixando que usemos roupas, nos relacione com amigos, tenha muito contato com a nossa família e muito menos vá para festas. A nossa cultura nos ensina a obedecer os homens, lavar, passar, cozinhar e no final da noite quando eles chegarem em casa temos que ficar cheirosinhas para agradá-los. 

(Dizem por aí que eu generalizo, então não vamos generalizar, mas repare.) 
Talvez você não seja "proibida" de usar o batom vermelho, a saia curta, a blusa decotada, de cortar e pintar os cabelos, de usar a make que quiser, de ver seus amigos na frequência que quiser, de ter sua família presente em sua vida como se não tivesse mudado de casa e ainda possa ir em festas pra dançar como sempre dançou. 

Se você está com dificuldade na prática de qualquer dessas atividades, tem um probleminha aí que precisa ser resolvido. Não somos propriedade de ninguém, muito menos fantoches para sermos manipulados e ainda sorrir no final como se isso fosse certo. 

26/05/2016

Inspiração: Tênis Botinha

Este post é oferecido exclusivamente para os apaixonados por tênis que como eu, querem colecionar, tem um preferido e não os tiram dos pés por nada nesse mundo, apenas para dormir. E que compram cada tênis pensando em todos os looks possíveis para fazer a combinação certa com eles.



De uns tempos pra cá, descer do salto para aderir ao conforto e um look mais descontraído que um tênis proporciona virou tendência, que toda it girl (ou não) quer seguir. Há quem já siga essa trend durante muito tempo sem nem saber. Se você não sabe muito bem como usar e como combinar, vamos ver uns looks para você se inspirar ainda mais. 



Fotos











Fotos:



Fotos:
Depois dos Quinze | Nah Cardoso | Karen Portela | Reprodução da internet

Fotos:
Ju Romano | Tudo com Moda | Reprodução internet | Nós 4 na moda e na vida

21/05/2016

Sem disposição



Hoje acordei disposta a jogar tudo pro ar.
Rasgar meu caderno de ideias, porque pra mim, minhas ideias não valiam mais, e continuam sem valer nada. Não que elas não sejam boas. Não que elas sejam péssimas. Quando as tive, anotei, em folhas grandes e amarelas, guardei no bolso e fui pra casa com um sorriso no rosto, como se tivesse escrito a fórmula da felicidade eterna. 

Estava enganada, continuo pra falar a verdade. É que em dias intercalados me sinto um pouco covarde pra colocar em prática todas as minhas ideias mirabolantes, mas ultimamente sou assim todos os dias. Algo involuntário, que não tem como fugir, talvez tenha, com um pouco mais de força de vontade e coragem pra seguir em frente, porque tudo acaba de repente. 

15/05/2016

Está escrito



Em um determinado momento da tua vida, você vai olhar para os lados e achará que está sozinho, perdido, sem eira nem beira, ao relento, esperando as esmolas do vento. Dentro de você, estará tudo vazio, em sua mente, uma confusão enorme que te faz ficar sem saber pra onde ir. 

É nesse momento que você tem que olhar pra dentro de si, recapitular tudo o que já viveu, as situações mais difíceis em que se sentiu pior do que agora e de como conseguiu se erguer. Pensou? Lembrou? Como se sente agora? 

Essa fase, não vai é a primeira e nem será última, muito menos essa sensação de desespero deixará de existir na sua vida. Sabemos que tudo é aprendizado, ninguém nasceu sabendo, temos que errar e sofrer para aprender, precisamos dessas situações.

Que nem quando jogamos Super Mario e temos que salvar a princesa, passamos por cada bicho e cenário estranho, no final temos que derrotar o chefão, um bicho mais estranho ainda. Encaramos um caminho cheio de desafios, a cada desafio ultrapassado, é uma fase que avançamos. Na vida não é diferente, passamos por obstáculos o tempo todo para poder evoluir, seja profissional ou pessoalmente. Isso acontece o tempo todo, não tem como evitar. 

Então, quando você começar a se sentir perdido, ore, reze, lembre que Deus está contigo o tempo todo. Não diga que ele não te ama, por estar te dando esse fardo, ele não te daria se você não pudesse carregar. Nada é por acaso, está escrito. 
Se a sua vida está assim, é porque Deus quis assim. Ele te dá a ferramente, mas quem tem que fazer por onde somos nós, basta sabermos enxergar. 

12/05/2016

15 anos



Saímos da pré adolescencia, mudamos de colégio, conhecemos muitas pessoas diferentes, são muitas coisas novas acontecendo ao mesmo tempo, um turbilhão de emoções define. Junto com todos os parabéns vem junto a famosa frase: "Aproveita, porque passa rápido", e isso é real, passa mesmo, num dia tu faz quinze e no outro 18. Temos que aproveitar todos os anos, porque não fazemos mais aquela idade nessa vida. (isso é outro assunto) 

Por algum motivo, não conseguimos escutar plenamente nossos responsáveis, fazemos muitas coisas erradas por achar que sabemos de tudo, não escutamos ninguém, nos achamos os maiorais, donos de si. 

Vestimos a capa do Batman junto com a roupa da Mulher Maravilha quando dá a meia noite do dia do nosso aniversário. Passamos a viver uma vida cheia de "aventuras" que nos fazem viajar pra um mundo paralelo só nosso, onde só quem nos entende é quem faz parte e quem não entende, nem nos cansamos em explicar. 

É uma montanha - russa maravilhosa, cheia de curvas inesperadas. A cada descida é um arrepio diferente, tão emocionante que poderíamos ficar num looping infinito pra sempre, isso mesmo, bem redundante pra frisar bem a belezura que é ter 15 anos. Não sabemos de nada e achamos que sabemos tudo, e no decorrer continuamos sem saber nada, afinal recém saímos das fraldas. 

10/05/2016

Escute: Dingo Bells



De Porto Alegre para você, Dingo Bells é composta por 3 pessoas: Rodrigo Fischmann, Diogo Brochmann e Felipe Kautz. Conheci através da inauguração da nova loja da Youcom no Shopping Iguatemi, no vídeo que fizeram, eles aparecem tocando e todos curtindo. As músicas são alternativas, mistura de jazz com pop, melodias mais antigas e com letras que nos fazem pensar, não tem como não gostar. É uma banda com um som alternativo, bem relax, pra curtir junto com os amigos.

Em 2015 lançaram o Álbum Maravilhas da Vida Moderna, considerado o melhor álbum de 2015 por Rolling Stone, O Estado de São Paulo, Zero Hora e o Portal Ig, e vencedor do Prêmio Açorianos de Música. Com 11 singles bem animados que falam sobre a vida moderna, amores, trabalho e do cotidiano, está disponível para download no site e no iTunes também. 


No canal do Youtube, também está todo o álbum, seja em um único vídeo com duração de 41 min e 56 sec ou em vídeos separados. E não posso deixar de citar os clipes bem descontraídos, inteligentes e diferentes que enriquecem ainda mais a música e o estilo da banda. Mostrando que o Gaúcho tem muito mais do que pensam a oferecer, somos muito bem representados na cena musical. 


Dos 3 clipes o que mais gostei é o do single Eu vim Passear. É de uma perspicácia a forma como eles ilustram a letra da música. Lembra da forma como digo que somos, como massinhas de modelar, moldados, modelados, criados da forma como querem que nós sejamos, com amor, carinho, educação e as dúvidas na criação de um ser: "O que faz bem?". Uma dica: preste bem atenção nas letras das músicas e perceba as maravilhosidades que são. 

08/05/2016

Mãe, eu não vou embora



Preste atenção em como ela se dedica pra você, faz tudo o que você quer dentro das possibilidades dela. Se dobra e desdobra para que fique feliz, mesmo quando ela está triste. O quanto suas mãos estão cheias de calos de tanto trabalhar para te dar o melhor, além de tudo o que você pede. 

Por mais que você diga que a obrigação é dela de te sustentar:
Quantas mães parem seus filhos e abandonam?
Quantas mães casam e antes de ganhar são abandonadas pelos parceiros?
Quantas mães não tem condições de criar seus filhos e mesmo assim continuam com eles?
Quantas mães são mães de verdade?

Se você fosse sua mãe, gostaria de se ter como filho?

Olhar ao redor, valorizar o esforço diário de engolir sapos, de não ter apoio nenhum de ninguém e ter que saber criar crianças sendo mãe de primeira viagem, não é fácil. Não pedimos piedade, pena, não estamos mendigando holofotes e sim apenas, que abram os olhos e respeitem todas as mães, mesmo elas não sendo sua. 

Todos nós vamos crescer, vamos querer um espaço só nosso, isso mesmo, iremos morar sozinhos ou casaremos direto, sem experimentar como é morar sozinho, enfim. A maioria não vai e nem quer mais morar com a mãe, porém essas pessoas não pensam em como suas mães se sentem, o que elas acham disso e se vale a pena magoar nossa mãe pra ser maria vai com as outras. 

Perceba que enquanto as amigas dela estavam conquistando o mundo, ela estava te embalando. 
Enquanto você estava comendo, ela poderia estar com fome para te alimentar.
Enquanto você estava bem vestido, ela estava usando roupas de anos atrás.
Enquanto você estava doente, quem estava acordada cuidando de você, era, é e sempre será ela, mesmo você tendo 10, 20, 30, 100 anos, porque enquanto ela estiver viva, vai estar do seu lado pro que der e vier.

Nas horas mais difíceis da sua vida, quem vai estar com você na ruim e na boa é a sua mãe. Então não jogue fora todo o tempo que ela deu pra você com todo o amor e carinho, te cuidando, moldando - te para que se torne uma pessoa do bem, sem vícios, sem pedir nada em troca. Na verdade ela queria sim algo em troca, o teu sorriso, a tua felicidade e que mesmo longe, tu sempre estivesse e ficasse bem. 

Então, quando você casar, constituir família com outra pessoa, ir morar sozinho, decidir sair da casa da sua mãe, não abandone - a, não troque - a por festas, por amigos que não são amigos de verdade, por coisas fúteis e banais, por pessoas que hoje estão aqui e amanhã não se sabe, porque ela só vai te abandonar no dia que falecer.

Não "jogue - a" em um asilo, por não ter tempo, não ter condições, não saber lidar com ela, entre outras desculpas esfarrapadas que escutamos por aí, porque quando ela teve que cumprir o papel dela, ela estava ali o tempo todo, mesmo sem saber direito o que fazer, nunca te abandonou e você não pode e nem tem o direito de fazer isso. Não esqueça que tem mãe. 

Não existe apenas gratidão, existe amor e é incondicional. 

- não cito pai, porque na maioria das famílias (pessoas que moram com você) eles não são presentes.
- repito muitas vezes a palavra enquanto, porque vivemos o enquanto não morrermos.

06/05/2016

6 Vídeos que você tem que ver | 5

Não teria ninguém pra falar sobre objetivos e como alcançá-los na prática, do que a Bruna Vieira. Ela começou com 15 anos e hoje com 21 anos, já conquistou grande parte de seus sonhos, como ter sua casa dos sonhos, viajar pelo mundo, levar a família de Leopoldina - MG para SP e o sucesso que veio com o decorrer do tempo e seu esforço. Em toda entrevista de emprego, sempre perguntam: "O que você espera estar fazendo daqui 5 anos?", o que responder? O que você espera? E o que você está fazendo pra isso? 


Como que a nossa aparência modifica o modo como nos enxergam, sendo que não precisa muito esforço, somos pessoas. E se tu está em dúvida sobre se gosta de menino, menina, de roupas masculinas ou femininas, se prefere cortar o cabelo do que deixar comprido e isso faz com que as pessoas te rotulem como menino, apenas pelas suas escolhas é difícil de lidar. Não que esse rótulo seja uma ofensa, mas tem momentos da vida, onde já sabemos o que queremos com plena certeza que só queremos viver e ser feliz, sem rótulos. A Louie te explica direitinho como é. 


Não aguento quando querem nos calar o tempo todo de tal maneira que ninguém dê credibilidade para o que falamos e queremos lutar, como se falássemos apenas para chamar a atenção, sendo que na verdade só queremos ser livres e poder viver como quisermos. Sem ter que ficar nos policiando o tempo todo para não sofrer abusos, assédios e outros tipos de represálias que fazem com que nos calemos, sem querer. Você conhece alguém que diz que toda mulher que reclama de machismo generaliza? Acredite, não generalizamos, acontece sempre, o tempo todo. Namaria vai te contar como. 


Nesse 4º vídeo que você tem que ver, torna - se bem contraditório esse post, ou não, não sei, porque começamos com algo bem motivador e vem a Michelle e diz que você não vai realizar os seus sonhos, melhor dizendo, não vamos. Na verdade, tudo depende da forma que você interpreta as coisas e lida com tudo ao seu redor, não conseguimos nada sozinhos, mesmo que indiretamente, você sempre vai ter e precisar da ajuda de alguém. Foca no vídeo e perceba as coisas. 


Sabe aquela velha história de que um novo amor faz você esquecer outro? Pois é, nunca acreditei, porque não funciona, você tem que aprender a superar por si só. Sei que é difícil, mas vá em frente que conseguirá. Não adianta achar um "novo amor" e ficar lembrando de tudo o que fazia com o "antigo amor", fazendo comparações como se fosse viver aquilo de novo ou realizar os planos que não realizou antes, agora. Pare de ilusões, supera e vai ser feliz. Porta dos Fundos te mostra o quão horrível é ficar pensando, citando, desejando e esperando um alguém que não existe mais na nossa vida. Boa sorte!


Uma das maiores influenciadoras para as meninas, principalmente para as de cabelo crespo e negras, Rayza Nicácio nos motiva a ver a vida de uma forma diferente, melhor dizendo, os padrões, esses que nos perturbam tanto diariamente. Por não fazer parte desse "estilo de vida" não nos sentimos bem com nós mesmos, porém não reparamos que é tudo com efeitos seja os virtuais quanto os reais, como maquiagem, roupas e acessórios. Por fim, temos que nos amar do jeito que somos, sem querer imitar alguém, fazer parte de um padrão que nos faz sentir bem. 


O que nós aprendemos hoje? Que temos que nos amar em primeiro lugar, ou seja, amor próprio sempre, essa é a dica pra vida toda.