Você me bagunça

01:23

Sabe quando te dá uma vontade de chorar? O coração aperta e tu não sabe o por quê? Tudo parece correr e você parada no mesmo lugar? Você querendo amar e ser amada e nada disso acontece? Há algumas coisas que podemos fazer para melhorar, mas e o que não dá pra fazer nada, porque depende de outra pessoa, o que fazemos? Ficamos sentadas esperando a dor passar pra seguir em frente? Por mais que tenhamos família e bens materiais, eles não são capazes de suprir outras necessidades, não to falando de sexo, to falando de amor. Sexo conseguimos fácil, mas e o amor, será que ele existe? No momento pra mim ele não existe, mas pra muitas pessoas ao meu redor existe. E e eu me pergunto, quando é que ele vai me encontrar? Ou sou eu que tenho que ir atrás dele, como agir, como lidar?

 As lágrimas não saem mais, então choro internamente, não sei se isso existe, mas é o que acontece comigo. O você de todos os dias, é um espaço vazio, sem dono, não tem ninguém, digamos que seja uma vaga em aberto, praticamente isso. Dedico músicas, textos, sentimentos, tudo e mais um pouco, para você, um alguém que não existe mais. 

397968_378986492116404_334959596519094_1641205_279592355_n_large

Então, quase todos os dias, numa noite não muito quente, meu coração aperta, na garganta cria um nó, me dá vontade de chorar, porém lágrimas não há mais para expressar tudo o que está me corroendo por dentro, sinto medo de dizer, de me expôr, mas dane-se eu to falando de amor, um que já existiu aqui e que hoje dorme, na mesma proporção da distância da pessoa que um dia já esteve presente no meu coração, na minha vida. Infelizmente tudo tem um final, mesmo nós sabendo, mas quando acontece sofremos como se nunca fosse acabar a dor que nos tortura sem data e nem hora pra ir embora. 

You Might Also Like

7 Comentários

  1. Não se corre atrás de amor, não do verdadeiro. Ele te encontra.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Pior é ter encontrado o amor e ter sido machucada por ele.

    Ótimo texto.

    ResponderExcluir
  3. Ai, Nati, fiquei mol tensa lendo esse texto por que esse super foi um dos meus maiores medos, sabe? Me apegava ao passado pensando que ia sofrer muito com o vazio de não gostar de ninguém, mas sei lá.
    Hoje eu escrevo textos pra várias pessoas, cada hora pra uma pessoa diferente e o melhor: escrevo pra mim.
    Não choro, não fico sofrendo.
    Estou tão bem sem ter um "você" para os meus textos que chego até a querer te passar essa felicidade através de vibrações internauticas hahahaha

    Não fique triste, menina. Não amar também é bom. Menos desgaste, mais você!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. E quando a vontade de chorar, é maior que tudo.
    As vezes sem lagrimas, mas interiormente.
    Ou quando as madrugadas que passamos acordadas, através dos pensamentos que não nós deixam dormir.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que o amor nem sempre acontece. O que acontece é que algo acontece. E esse algo, sendo o amor ou qualquer outra coisa, isso é realmente importante. Então, não se apoie em um amor, se apoie no inesperado e aceite de coração aberto.

    ResponderExcluir
  6. Ai, esses vazios... também às vezes lido com eles (ou tento). Não tem muito manual, é seguir em frente.

    ResponderExcluir
  7. O amor é um buraco negro. Ele pode corroer a tua alma, mas ainda assim é necessário para que haja um equilíbrio natural. Não se deve correr atrás de um amor. Quando a hora certa chegar (e ela sempre chega, por mais que pareça demorar) o amor vai te achar. Aliás, um achará ao outro.
    Melhoras pra esse vazio, viste? Bjo.
    http://miasodre.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!