Autores

dois - tati bernardi

07:47

Amo de todas as maneiras possíveis. Sem pressa, como se só saber que você existe já me bastasse. Sem peito, como se só existisse você no mundo e eu pudesse morrer sem o seu ar. Sem idade, porque a mesma vontade que eu tenho de te comer no banheiro, eu tenho de passear de mãos dadas com você empurrando nossos bisnetos. E por fim te amo até sem amor, como se isso tudo fosse tão grande, tão grande, tão absurdo, que quase não é. Eu te amo de um jeito tão impossível que é como se eu nem te amasse. (…) Outro dia me peguei pensando que entre dobrar aquela esquininha da sua rua e ganhar na mega-sena acumulada, eu preferia a esquininha.

Tati Bernardi 

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Acho que eu nesses últimos anos sempre quis a esquininha, pena que não tive nenhum dos dois.

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!