tristeza

Todo mundo fala e ouve (demais)

01:55



Não poder chegar em casa e desabafar tudo o que se sente e o que viveu e ouviu durante o dia é como dar um soco em ponta de faca, contraditório ou não, na verdade nem eu sei. As coisas não são mais como um dia eu tive esperança que fossem, talvez nem chegaram a se tornar, tudo não passou da minha fértil e apurada imaginação, ambição e pressa para que as coisas aconteçam logo do jeito que tem que ser. 

É curto, é pouco, é o que eu sinto e tá aqui dentro pulsando para sair tudo traduzido em lágrimas, mas no momento só consigo traduzir em palavras, pois ninguém que me julga vai ler, então eu engulo tudo à seco como se nem estivesse aqui dentro. Infelizmente é assim, apesar de estarmos no século vinte e um não temos total liberdade de expressão, nem na rua, nem dentro de casa, nem em lugar nenhum. Sempre tem alguém para apontar um dedo imundo na nossa cara, citar todos os nossos defeitos e erros, uma memória com amnésia para reconhecer os nossos acertos e vitórias. 

Fechar os olhos e dormir até não poder mais não resolvem nossos problemas, não eliminam os julgadores e nem nos deixa mais feliz, mas é o que nos alivia, é o que nos tira da realidade por alguns instantes e nos leva para um lugar onde nos sentimos bem. Por enquanto é o que tem.

Não deixem de participar do SORTEIO.

You Might Also Like

17 Comentários

  1. Minha dica ignore que te julga, essas pessoas não merecem o tempo que desperdiçamos sentindo raiva delas hehe

    bjos

    ResponderExcluir
  2. É difícil (ou impossível) não ser afetado pelo mundo, mas o importante é quem realmente somos ou queremos ser!

    ResponderExcluir
  3. Verdade!Mas felizmente,existem pessoas que não iram julgá-la por nada,ainda bem!E é a minoria,pois a maioria só sabe julgar,é mais fácil apunhalar do que ser apunhalado.

    ResponderExcluir
  4. A gente pode ser o que for, as pessoas sempre vão nos julgar isso já é algo que se tornou "normal" hoje em dia e que não deveria ser assim né, todos nós somos diferentes e respeito todos deveriam ter, mas se a gente ligar com o que todos dizem a gente acaba ficando louca, eu sei que é complicado, mas quanto menos ouvir essas pessoas melhor viu, a vida é sua e é você que decide o que quer dela e não as pessoas ao seu redor.
    bjinhos
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nati,
    acima de tudo: ser nós mesmos!

    Abraços,
    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderExcluir
  6. Não consigo engolir "sapo", acho que por isso não recebo tantos "comentários" desagradáveis na minha vida. Não gosto de quem fala demais, nem de quem ouve...

    ResponderExcluir
  7. Hoje ninguém valoriza mais nada!

    Sou meia estourada, e tento me controlar.

    ResponderExcluir
  8. Fazer o melhor com o que se tem pra hoje. Às vezes é até melhor assim mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Acredito que as pessoas se vitimizam muito no quesito de "vivem apontando o dedo imundo para mim", mas compreendo essa irracional arte de julgar sem olhar para si mesmo. Hoje em dia, simplesmente ignoro esse tipo de situação. Se a pessoa vem me aconselhar com todo o respeito que mereço, tudo bem. Se não, também não presto atenção. Se incomodo tanto e se tantos me incomodam, prefiro o afastamento mútuo - e todo mundo fica feliz.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Viva do seu jeito, e deixe os outros pra lá. Você não precisa de muita coisa para ser feliz, só precisa entender isso anjo!

    @esteffanifontes, segue? Beijos!

    seguindo, se quiser e puder, volte?
    Aos Dezesseis Anos - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Seja bem vinda do meu blog.

    ResponderExcluir
  11. Dormir é uma boa pedida quando se está triste.

    ResponderExcluir
  12. Espero que esteja tudo bem, de verdade. :)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  13. Ignorar o que nos faz mal é complicado, mas a melhor opção :)

    beijos.

    ResponderExcluir
  14. Voltando aqui rsrs só queria te avisar que acabei de postar o seu texto la no blog viu, muito obrigada mesmo pela sua participação.
    bjinhos
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. É, não há um único lugar onde não sejamos julgados ou tachados, um único lugar onde não esperem algo específico de nós. Ou decepcionamos a nós mesmos, ou a quem está ao nosso redor. Infelizmente, as pessoas são egoístas demais para reconhecer os desejos alheios.

    ResponderExcluir
  16. Tem dias que é mesmo complicado. Mas foi lendo esse mesmo blog que eu percebi que posso ter força o suficiente para não me importar com o que o idiota ao lado fala para machucar. A gente é bem mais que isso... e você sabe disso.
    Ótimo post Nati, muito bom!
    Saudade daqui! Beijo!

    ResponderExcluir
  17. Espero que em breve tenha algo melhor por aí, moça.

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!