pessoal

Turbulência

23:02
























Com os dedos trêmulos, respiração ofegante e a mente a mil, transcrevo tudo o que sinto pra você.
Como um novelo de lã velho no meio de vários outros, onde tu não acha a ponta de nenhum é como se encontram meus pensamentos. É tudo muito turbulento e bipolar, que não tem como alinhar e colocar cada coisa no seu lugar, porque elas caem de paraquedas aqui, chego a me perguntar se realmente existem ou se é mais uma neura minha. Provavelmente seja, ou não seja, que seja. Uma hora tudo se organiza, a mente estabiliza e tudo normaliza como deveria ser e nunca foi. Quando foi? Nem me lembro mais.

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Olá lindona,
    Amei o texto. Queria ter lido um pouco mais.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei que faltou um pouco mais.
      Obrigada pelo carinho.
      Beijo

      Excluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!