Conto

História de Uma Pessoa Real - Parte VI

16:55

Olhar para as fotos animadas e cheias de pessoas amigas das pessoas que moram em seu bairro não tem mais graça, ver a felicidade alheia hoje só lhe trás tristeza. Talvez por inveja delas ou por não ter amigas e tantas que nem elas possuem. Na hora ressurgem as lembranças de seus amigos dos 15 anos e junto algumas gotas lavam o seu rosto, lamentando a falta que eles fazem hoje em sua vida. A solidão insiste em fazer-lhe companhia, mesmo não sendo desejada. Por isso ela se afunda em frente ao seu tão querido companheiro de todos os dias e fica durante horas e horas conversando com os seus "amigos" virtuais; quando surge a inspiração escreve em seu diário bem mais que virtual e nos dias em que a solidão esta mais intensa do que o normal até chora cantando suas angustiantes músicas. Em sua garganta aquele nó insiste em crescer mais e mais a cada dia, seus olhos ficam pesados, mas nenhuma gota sai e muito menos o nó diminui. Mágoas assombram sua memória, reabrindo parte das feridas que ainda residem em seu pequeno e ingênuo coração que esta cansado de tanto apanhar. Com tudo isso, automaticamente, um muro materializou-se entre ela e as pessoas. Traumatizada. Medo de conhecer outras pessoas, se apegar por causa de sua carência enorme e no final sempre se machucar, como de costume.



Eu já ouvi cinquenta receitas pra te esquecer
Que só me lembram que nada vai resolver
Porque tudo, tudo me traz você
E eu já não tenho pra onde correr
_
São sentimentos e mágoas que ninguém enxerga, a não ser pela sua fisionomia triste, cara de choro, de olhos secos de tanto chorar. Dores que entraram e nunca mais sairão dela.

Ah só não me peça pra gostar
e se despeça com olhar
de quem não pensa em voltar
Ah você me diz ignorar
a falta que esse amor fará

_

Será que as juras eternas, o amor, a proteção, os planos, as viagens, as fotos, foram em vão?
Cada vez que relembra tudo de novo, e se pergunta porque teve que ser assim, a garganta dói; os olhos incham e o choro não desce, fica ali trancado no cantinho do olho, quase caindo, mas não cai. Todos dizem que o tempo é o melhor remédio, mas para quem sente tudo e fica quieta assim como ela, não sabe o que diz.
Até o próximo relato. Obrigada!

You Might Also Like

18 Comentários

  1. Nem sempre conseguimos superar tudo o que já vivemos,as lembranças que nos atormentam,as dúvidas que nos perseguem...Mas creio que tudo isso tem o seu próposito,não há uma tristeza que seja eterna,nem também uma alegria,mas podemos mudar isso,ou somos tristes por mais tempo ainda,ou decidimos ser felizes,nem que seja por alguns dias,e que por favor nãp seja falsa!Não precisa ser uma felicidade falsa!

    Espero que tudo se resolva!
    E eii já estava sentindo falta da história de uma pessoa real!*.*

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Nada é em vão, e o tempo é sim o melhor rémedio... Mas se você não qer esperar o tempo passar vá em frente!
    Beijos Te amo :D

    ResponderExcluir
  3. És a minha vida a 11 meses atrás relatada por vc. Foram momentos muito dificeis, mas eu posso te dizer que sim, o tempo é o melhor remédio, talvez ele não seja instantâneo, mas ainda sim é o melhor remédio.

    Beijooooos

    ResponderExcluir
  4. eu já disse que me identifico muito com essa história.Parece que tu escreve pra mim.
    Parabens,o blog tá lindo como sempre.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. É difícil comentar algo aqui que a faça melhorar,porque isso realmente é só o tempo pra curar estas amargas feridas,querida! Dói,você chora,chore tudo...não disfarça a tristeza,um dia ela cessa,você vai sorrir e dar a volta por cima! Te digo que ficar nessa situação é terrível,passo por isso,mas não se deixe fraquejar...

    ResponderExcluir
  6. Olha, coisas amargas realmente acontecem, feridas são normais surgir, e quem seriamos nós sem essas feriadas? Como iamos aprender? É ruim sim, mas ela um dia acaba e nós seremos um pouco mais completos :)

    beijos ;*

    ResponderExcluir
  7. aaah, já faz um certo tempo que o tempo deixou de me satisfazer... sei lá, talvez esperar pelo tempo certo sufoque. e o futuro que chega aos poucos, leva consigo todas as lembranças que um dia nos fizeram feliz. e ainda nos fariam, se esse mesmo tempo não as tivessem retirado da nossa memória.

    adorei o post.
    ;*

    ResponderExcluir
  8. Tenho que confessar que me identifiquei com esse trecho:

    "Com tudo isso, automaticamente, um muro materializou-se entre ela e as pessoas. Traumatizada. Medo de conhecer outras pessoas, se apegar por causa de sua carência enorme e no final sempre se machucar, como de costume."

    Espero que melhoremos nesse aspecto, que deixemos de temer o imprevisível, que nos arrisquemos e acreditemos na verdade e no bom caráter que ainda há em algumas pessoas.

    Conte comigo, Natty.
    Te gosto muito ♥.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Porque o medo de algumas coisas façam com que distanciemos das pessoas, bloqueamos outras. O tempo pode ajudar, mas o que coração sente nunca vai ser mudado completamente. Temos que por algumas coisas de lado e ir em frente. Ficar parado e tendo medo de quase tudo não irá fazer com que nos sentimos melhores, e não vai a situação por qual estamos passando.
    Jogue fora, eu sei que é complicado, eu passo por isso, e tente mudar. Descubra o mundo.

    beeijos Natty

    ResponderExcluir
  10. Que texto lindo! Vc conseguiu passar tudo que vc tá sentindo. Muito bom!
    Depois que a gente perde a confiança nas pessoas é difícil confiar de novo em alguém. Ainda acho que o tempo é o melhor remédio, só que a gente precisa esperar, esse é o maior problema. Tente conhecer novos amigos, eles vão te fazer muito bem e vc vai acabar com essa solidão.
    Bjooss

    ResponderExcluir
  11. quando se está triste, nada tem graça

    ResponderExcluir
  12. Já passei de não querer saber de mais nada sabe. Tipo, queria me desligar de tudo (que nem a música), mas sei lá, o tempo foi passando e meu pensamentos mudando e o que era insignificante passou a ser parte de mim diariamente x) É meio que inexplicável ;)

    ResponderExcluir
  13. Talvez não tenha sido em vão, depende de que lado olhamos as coisas. Tudo sempre vale a pena, porque bem pior é o vazio de não ter tentado.

    ResponderExcluir
  14. Eu já ouvi cinquenta receitas pra te esquecer
    Que só me lembram que nada vai resolver
    Porque tudo, tudo me traz você
    E eu já não tenho pra onde correr

    esse poema é seu?ou é uma música?
    achei tãooo lindo :)
    bei jo

    ResponderExcluir
  15. Lindo! Gostei especialmente das partes em cor-de-rosa, são suas?

    Também curti esse layout com a coluna dos posts mais larga. Beijos.

    ResponderExcluir
  16. O tempo é o melhor remédio, mas também é o que tem gosto mais amargo.

    ResponderExcluir
  17. gostei do post (:

    http://velhocuringa.blogspot.com
    obs: comece a ler do primeiro post.

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!