amor

Amor bandido

novembro 13, 2015


Eu sei o que você sente quando a nossa pele encosta, o meu cabelo enrosca na tua barba mau feita de final de semana. O nosso amor emana dentro de quatro paredes, matamos a nossa sede. Não é algo que se aceite em qualquer lugar, é um ritual, é tão natural, isso não pode mudar. 

Deitamos de barriga pra cima, olhando para o teto, fico pensando se aquilo tudo era certo, se não fosse, mesmo que incerto, continuaríamos daquele jeito, pois não seria de mim a atitude de dizer que não teria mais uma vez o seu beijo, o teu cheiro, a tua pele na minha, a nossa sintonia. 

Você sabe o que fazer, eu sei o que dizer, encaixamos perfeitamente de todas as maneiras possíveis, em qualquer lugar. Sabemos que não temos futuro, que é queremos apenas o agora, o hoje, a sensação, o momento, sem pensar muito tempo, a não ser no tempo que temos quando nos encontramos. 

Nos mais profundos sonhos é contigo que quero ficar todos os dias, mas por covardia, não vou falar nada, não quero estragar a nossa sintonia, quem sabe um dia você entenda sem eu dizer.

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Seu texto reflete bem os amores casuais que são cada dia mais comum. Que dão super certo até o momento que eles não se tornam algo sério.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  2. Nati de onde você tira tanta inspiração pra esses textos lindos?
    MARAVILHOSO, já vivi um ''amor'' assim, bateu até saudade agora <3

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!