tristeza

Olhos perdidos

fevereiro 20, 2013

Mais de onze horas da noite, em plena terça - feira, sentado na calçada debaixo de uma árvore, com uma garrafa de cachaça na mão, de cabelos cumpridos e grisalhos, aparentando uns 50 anos pra mais, ele olhava os ônibus que passavam ligeiramente. O olhar era vago, vazio, como se não houvesse mais emoção ali dentro, como se nada fosse nada e o tudo não existisse. Cachaça sozinha é a bebida barata, a bebida da derrota, do fracasso, da discórdia. 

Sentado ali, era o quadro da desistência, da dor, de pena. 

Talvez há anos atrás não se imaginaria daquele jeito nos dias de hoje, mas as suas escolhas trouxeram pra ele as consequências de agora. E o que será que ele fez depois que saiu dali, se é que saiu? Ninguém sabe, ninguém viu. 

You Might Also Like

12 Comentários

  1. Cenas que costumeiramente nos passam despercebido. Geralmente nos acostumamos com as sobras do cotidiano. Poucos conseguiriam observar esses olhos perdidos e atribuir um significado que desse sentido a sua presença ali.

    www.eraoutravezamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos meus medos em relação ao futuro, ter os meus olhos refletindo um fracasso, uma derrota, uma ou várias desistências :/

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nossos fracassos, na maioria das vezes, são consequências de atos nossos, culpa nossa. As dores, da mesma forma. Infelizmente, não percebemos isso com tanta frequência.

    O mundo sob o meu olhar

    ResponderExcluir
  4. Ás vezes nao gosto de pensar em como será meu futuro por isso.... nada se sabe

    ResponderExcluir
  5. O despercebido parece ser uma das coisas mais favoritas pra vc né? gostei, bjs

    ResponderExcluir
  6. Gosto de pensar no meu futuro, mas como consequência do presente e das minhas escolhas. Acredito que devemos seguir nossos planos e, tudo de uma forma outra acaba dando certo. Talvez aquele trecho que escreveste não seja o fim dele.

    Tecido_Doce
    Twitter
    Sorteio

    ResponderExcluir
  7. Talvez ela tenha saído sim, e de cabeça erguida, nada melhor que aprender com os erros. E mesmo triste por ter feito escolhas erradas no passado, é normal, ele só tem que aprender que o bom da vida é que tudo passa e continua.

    Bom dia, bjws. "_"

    ResponderExcluir
  8. Oi Nati,
    Aii será que ele saiu? E pra onde ele foi? Se é que tava nas condições de ir à algum lugar...
    Adorei o texto!
    Beijo,
     Just Carol

    ResponderExcluir
  9. Isso me lembrou alguém que conheci há algum tempo...

    Bem, é fato que nossas escolham geram consequências e por mais que seja tentador ter liberdade para decidir sozinho o que se quer pra vida, temos também de ter maturidade para encarar o destino que escolhemos e a nós mesmos após nossas escolhas.

    ResponderExcluir
  10. Esses detalhes que deparamos no dia a dia tbm me faz pensar sobre o que houve com aquela individuo, o que passa pela cabeça...

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!