brinquedos

Dona de casa pode tudo?

09:00



A cultura do casamento já nasce conosco, temos que aprender a lidar com isso, todos os dias desde sempre. A menina fica presa na casinha de boneca onde tem que fazer comidinha para as suas filhas bonecas, trocar a roupinha, o sapato, pentear e dar banho. Dentro da casinha tem ferro de passar, fogão e máquina de lavar, com esses objetos que ninguém gosta de ganhar de presente de aniversário, a menina de 3 anos pé ensinada a ser uma dona de casa exemplar, sem ao menos entender o que se passa, além de achar divertido por ser rotulado como brinquedo.
Isso tá certo? Não, não tá certo. Sabe por quê? Porquê os meninos ganham brinquedos de verdade mesmo, que depois que crescerem não vão exercer de forma real na sua vida, tipo a fórmula de báskara, que sempre perguntamos pra professora onde iremos usar aquilo na vida. Por exemplo: menino ganha um peão e um saco de bolitas, ele está ensaiando pra alguma coisa? Não, porque isso não vai servir pro futuro dele, apenas pro presente, pra infância, que onde ele tem que brincar e se divertir. 

 A menina está ensaiando para ter filhos, ser dona de casa e casar. Desde o primeiro instante que ganha a boneca, os pais ensinam a dizer que é sua filha, falam pra dar nome, trocar a roupa, dar comida, amamentar/dar mamadeira e dar banho. Te pergunto: Pra quê uma criança de 3 anos ou menos, precisa fazer tudo isso? Isso não faz parte de uma brincadeira. 

A parte direta do casamento é ensinada quando ela ganha a Barbie e o Ken: situação onde eles são namorados e dependendo tem o bebe deles. Nesse caso a criança já fica instigada, pensando, imaginando como que eles tiveram o bebe, no começo é pela barriga que elas imaginam, e depois com o decorrer das brincadeiras com as amiguinhas vem a abordagem do sexo. Não venham me dizer que não, porque é sim, já fui criança, já brinquei de Barbie e estou ligada. 

O menino coloca nome nas suas bolitas? Na bola de futebol? No peão? Acho que não. Ele ganha seus brinquedos apenas para se divertir, desde que nascem eles tem a cultura de que o homem "pode tudo", enquanto as mulheres só podem brincar de serem mães e donas de casa com seu número restrito de brinquedos para meninas.

Mesmo que brinquedo não tenha gênero, nada tenha gênero e todos possam usufruir desde sempre, há um limite que a sociedade impõe, por mais que os pais não queiram proibir a inversão dos papeis dos seus filhos a serem assumidos em fase adulta, ou seja, menina brincar com bolitas e menino de comidinha, eles não são fortes o suficiente para manter suas decisões e cedem, continuam reféns do sistema opressor. 

Finalizando: Não há motivos pra você treinar sua filha a ser uma dona de casa, casada e com filhos. Já pensou em dar outros brinquedos? A infância é pra ser curtida, sem obrigações desde cedo, cada fase existe para ser vivida no seu tempo, sem ultrapassar nada. Não chore depois. Reflita!

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Olha não sei se posso opinar, mas é nítido que as crianças são induzidas a isso, sem falar que acredito que daí vem o desejo/sonho das meninas de casarem, terem filhos e etcs.

    Quando menino eu adorava as brincadeiras assim, com bonecos, hahah sei lá sempre gostei de coisas que imitassem a vida de adulto ou que tivessem um enredo, uma história. Tipo minha veia criativa...

    Na verdade mesmo eu tinha consciência que "deveria" brincar de coisas de menino, pois seria julgado, mas sempre odiei bolinha de gude, futebol, peão, carrinhos (a não ser quando fazia lava rápido) e essas coisas todas que eu "deveria" gostar.

    Minha sorte era que meus pais nunca obrigaram que eu brincasse disso, eu tinha outros joguinhos, vídeo game e um boneco do batmam que eu adorava haha Mas sempre gostei de brincar fazendo história, criando coisas e situações que imitavam a vida dos adultos.

    Acho que as crianças tem de ser livres para brincarem do que quiserem, tanto meninas como meninos.

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso assim que nem tu, temos que ser livres pra poder escolher desde sempre. Beijo

      Excluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!