amor próprio

Faça o que você gosta

julho 12, 2017

Imagem: Weheartit


Não entre na modinha de escrever sobre o que todo mundo escreve ou de se acomodar em um emprego meia boca que te paga um salário meia boca que não dá nem pra comprar suas brusinhas por medo de não encontrar um melhor. A maioria das empresas fazem seus funcionários pensarem desse jeito e eles agem assim, ficando "eternamente" em um local onde não são felizes e estão completamente insatisfeitos.

A fórmula da satisfação profissional é você trabalhar com o que você se identifica, independentemente das tuas obrigações e da opinião alheia. Você deve estar se perguntando agora: - " Mas e as minhas contas? Como vai ser?". Tudo é uma questão de adaptação. Antes quando você não trabalhava no seu emprego atual ganhava - provavelmente - R$ 0,00 e teve que se adaptar com o seu salário atual, então vai conseguir fazer o mesmo com o novo salário, ainda mais se for fruto do que gosta. 

Pode ser a função/profissão mais esquisita ou você pode ter uma ideia e lançar seu próprio projeto, algo que ninguém nunca fez ou todo mundo faz, desde que lhe proporcione satisfação pessoal e profissional, seu novo estilo de vida vai se estruturar automaticamente.

E na escrita é a mesma coisa. Do que adianta escrever sobre o que todo mundo escreve se isso não vem do teu coração? Não vale a pena ficar seguindo modinha, falar sobre o que todo mundo está falando sem sentimento algum. Conseguimos perceber em cada linha quando é algo superficial ou que a pessoa nem sabe sobre o que está escrevendo ali. 

Em todo e qualquer trabalho, deve ter a essência da pessoa, a vontade de estar ali e permanecer, quando isso não existir mais está na hora de ir pra onde faça acontecer ou se nunca existiu, é o momento de repensar sobre o que está acontecendo no momento, fechar ciclos para abrir novos e conquistar novos horizontes.

E se tiver medo no meio de tudo isso, não se esqueça que tudo é questão de adaptação. Sempre haverá espaços novos para serem conquistados e descobertos. E o público que sempre esteve ali vai continuar te acompanhando por gostar de você e do seu jeito de escrita ou vai ser criado no decorrer de cada postagem um outro que gostará do seu novo tema, novo nicho. Se você não tentar, nunca vai saber!

You Might Also Like

21 Comentários

  1. Não escrever sobre o que se gosta e vive é uma furada mesmo! E com o tempo nós vamos evoluindo na escrita e aprendendo a fazer conteúdos com mais qualidade!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Compartilho um pouco dessa ideia que você tem sobre trabalhar no que gosta (isso concordo muito) mas creio que essa forma de pensar tem que ser inserida em nossa cultura e as pessoas levarem isso a sério desde cedo, pois depois que o tempo vai passando você não se adequa mais a qualquer salário. Ainda mais em uma país com economia vulnerável! Tudo tem que ser bem planejado. Eu por exemplo trabalho em algo que gosto, mas não amo, porém, estou estudando para mudar e me inserir na área que vai me fazer feliz ♥️

    ResponderExcluir
  3. Você está simplesmente correta em cada palavra. Temos que fazer aquilo que realmente gostamos, talvez no começo não nos proporcione tudo aquilo que queremos, mas com certeza, a partir da nossa força de vontade e carinho as coisas começarão a acontecer!
    Abraços 😊

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nati!
    Em relação a escrever e sobre o blog eu sou muito tranquila, se eu gostaria e ficar satisfeita, nem preciso de aprovação alheia. Contudo, no trabalho envolve outras questões como pessoas que dependem de você, por isso digo que tem como procurar algo melhores investir em outra profissão enquanto está num emprego que não quer, contanto que continue caminhando para poder muda com segurança, mas seguindo seus sonhos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Acho que absolutamente tudo que fazemos precisa ser por amor ou, ao menos, por admiração. Temos o costume de escolher as coisas precipitadamente e por impulso, quase como se para agradar o mundo ao redor, mas esquecemos por completo do que sentimentos quanto a isso. Esquecemos de nos colocarmos como personagens principais. Infelizmente tenho que concordar com um comentário acima sobre nossas condições econômicas não nos propiciarem explorar nossas paixões, mas vale a pena lutar ♥

    ResponderExcluir
  6. Fazer algo que agente não gosta ou que não acredita é uma das piores coisas que existe. É como ir morrendo aos poucos. A vida é feita de mudanças e como você disse a gente tem que tentar. Se algo não está bom nunca é tarde para mudar o rumo.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nati <3
    Tô sumidinha porque tá tudo uma correria, mas as coisas já estão voltando ao normal! Sobre o que cê disse, eu não podia concordar mais! Isso é algo que eu gostaria de tatuar na minha testa e ler todo dia quando olho no espelho, sério haha eu tenho muito medo de coisas novas e por isso rola uma tendência a eu me acomodar e deixar as coisas do jeito que estão por medo, sabe? E isso é péssimo, nossa. De uns tempos pra cá venho tentando não deixar o medo me paralisar e tá dando certo, tô conquistando várias coisas novas, e o melhor, dando a cara a tapa e fazendo o que eu realmente gosto, não tem coisa melhor <3
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  8. Aí que saudade de ler algo teu mulher.
    Realmente continuar em algo que não te traz alegria ou satisfação só por causa de medo ou comodismo é a pior coisa.
    Ótima reflexão

    ResponderExcluir
  9. Olá Nati, que texto lindo e verdadeiro!
    Por isso eu acredito que cada ser humano nasce com dons e talentos variados, para que essas pessoas façam aquilo que dominam, aquilo que nasceram para fazer! E isso flui tão naturalmente! Claro que nos dias de hoje, muitos se arriscam em outras coisas pelas dificuldades impostas, mas vale a pena ter fé, arriscar, poupar e investir para fazermos aquilo que gostamos e sermos felizes!

    Amei mesmo, são palavras valiosas e que fazem todo sentido!
    Beijos,
    senhoritadeise.com

    ResponderExcluir
  10. É isso mesmo, trabalhar com algo que não gostamos é horrivel eu sei pq ja passei por essa situação. Adorei o texto viu linda.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi Nati, tudo bem? Que texto mais inspirador. Concordo com cada parágrafo. Também penso que as pessoas devem fazer aquilo que as deixa feliz e não seguir somente o que está na moda. O que adianta escrever sobre o que todo mundo escreve e não se sentir bem? Acredito que é a mesma coisa com relação a roupas, que as vezes usamos só porque a mídia impõe. Parabéns pelo texto. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  12. Nossa falou tudo ! Quando você escreve algo que não é do seu agrado e você não domina o assunto, é sempre muito difícil e não tem qualidade alguma. E com certeza, as pessoas vão notar isso. adorei o post :)

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom??

    Que texto inspirador! E isso ai temos que trabalhar e fazer o que gostamos e nada de modinha. Super apoio!

    Beijinhos da Cá.

    ResponderExcluir
  14. Oi Nati! Muito legal o seu texto. Lembro que no início do meu blog, eu tentava escrever sobre assuntos que mal conhecia, só pq outros escreviam tb. Depois entendi que ñ deve ser assim. Hoje só escrevo o que quero e quando quero. Acho que meu trabalho melhorou muito. Nada de seguir os outros, temos que ser nós mesmas.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Nati! É tão bom ler texto assim, dá uma acalmada no coração, principalmente quando você está tentando seguir por esse caminho de fazer o que realmente gosta - e não o que te dizem que seria melhor fazer. Você escreve muito bem, me encantei pelo texto!
    Literalize-se

    ResponderExcluir
  16. Não tem preço ser nos mesmo , mostrar o quanto é bom ser diferente , que maravilha de post , que mente !! Muito obrigada por estas palavras !!! Adorei o post .

    ResponderExcluir
  17. concordo plenamente com você! Esse post é incrível! Arrasou, de verdadeee!

    Mil beijos

    ResponderExcluir
  18. Sempre pensei que a escrita é algo que se desenvolve na alma. É quando tentei fazer diferente, seguindo "modinha", ficou uma porcaria... Eu não me identifiquei, e parei. Parei a tempo de me perder de vez. Amei o post!

    minhavidacontadaempoesia.com

    ResponderExcluir
  19. Amei o post, realmente se não fizermos o que queremos não vamos ser feliz de nenhuma forma, o meu blog tem vários assuntos mas é mais sobre maquiagem, e quando eu escrevo tenho mais e mais vontade de continuar ( por isso os meus posts são longos ),quando vamos em um blog começamos a ler, mesmo com 39 linhas, sentimos que a pessoa que escreveu não estava gostando, adorei o post, super motivacional

    ResponderExcluir
  20. Arrasou no post...
    O importante sempre é fazer o que se gosta, assim será feliz.
    Seguindo https://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Me diz o que você achou, o seu comentário é muito importante pra mim.
Obrigada!