A convivência que a gente não aguenta mais


Quando nós nascemos e nos demos conta de quem é quem que está ao nosso redor, não temos o poder de escolha ainda por causa da nossa idade pra determinar com quem queremos ou não queremos morar. Com o passar dos anos vamos nos adaptando e antes disso aprendendo a lidar com as pessoas e a obedecer as regras, afinal existe uma hierarquia dentro dessa casa.

Porém, vamos pra escola, conhecemos outras pessoas com outros formatos de família e ficamos nos perguntando porque a nossa é diferente ou porque não temos uma igual, será que a família do outro é mais legal? É aquele velho ditado né: a grama do vizinho é mais verde que a nossa, mas eu continuo achando que é artificial e nada é perfeito.

Crescemos mais um pouco, vamos pro mercado de trabalho, começamos a ter um poder aquisitivo maior, até porque antes tínhamos zero, se tivermos um, já é maior. Continuando! E nisso passamos a perceber outras possibilidades de convivência que é a de conviver apenas com nós mesmos, nossas coisas e nossa paz. 

Não posso generalizar dizendo que é ruim de morar com as pessoas que moramos desde que nascemos, ou que morar com outras pessoas é ruim, só posso falar sobre o que eu vivo ou já vivi, ou seja, ter propriedade pra falar sobre isso. 

Chega uma fase da nossa vida, uma certa idade ou até antes, que queremos fazer as coisas na hora que sentimos vontade, escolher o que queremos comer, comprar o que queremos, modificar as coisas no nosso espaço, porém esse espaço fica pequeno demais, que é nosso quarto e queremos deixar a nossa marca por toda a casa, mas não podemos.

Então foi dada a largada pra multiplicar esse poder aquisitivo pra conquistar o tão sonhado lar doce lar, pra pintar as paredes de azul, escutar a música bem alta e lavar a louça quando quiser. Basicamente todo mundo que pensa vou morar sozinha acha que é só isso, tem isso, mas também tem vários boletos pra pagar e precauções a tomar antes de fazer o contrato com a paz, tranquilidade e sossego. 

Por ora é isso aí, em uma parte da nossa vida não podemos escolher, mas quando aprendemos que podemos sim escolher as coisas que queremos, pensar um pouco mais em nós (pode-se ler: egoísmo mesmo) e que tá tudo bem se afastar um pouquinho das pessoas por um tempo, acontece uma transformação maravilhosa que até quer(o)emos sair correndo. 

Vamos aguardar o tempo, porque nada é da noite pro dia, precisa de planejamento e orçamento, mas poderia. 

9 Comentários

  1. Morar sozinha realmente é um desejo de muitas pessoas, ter a sua própria casa, fazer o que quiser, mas como você disse não é da noite pro dia é preciso ter um planejamento, pois quando se vai morar sozinha tem as despesas pra pagar todos os meses, o melhor é esperar o momento certo bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Com certeza morar sozinho é o objetivo de muitos, mas ainda não fiz isso por não ter condições e também ficaria super preocupada em deixar meus pais sozinhos... Mas quem sabe um dia 😀

    ResponderExcluir
  3. Nunca morei sozinha, saí da casa dos meus casada, morei um ano com a minha sogra até ter a casa própria. Porém, meu filho saiu de casa aos 17 anos para estudar e teve a nossa ajuda até que conseguiu se manter sozinho. Não foi fácil!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Vc disse bem: com planejamento e muita dedicação seu sonho vai se realizar sim! Torcendo!

    ResponderExcluir
  5. Oi
    nunca morei sozinha e não tive essa ideia ,pois acho que não me conseguiria gosto de bagunça sabe,e isso nunca será meu projeto.

    ResponderExcluir
  6. Eu até quero ter o meu cantinho, meus pais são maravilhosos mas acho que nem sou eu que preciso de espaço e sim eles que merecem viver um pouco sem se preocupar (tanto) com os filhos. E realmente, morar sozinha não é as 1000 maravilhas, tem muitos boletos e perrengues para resolver sozinha tbm rsrs

    ResponderExcluir
  7. Eu lembro de ter passado por essa fase de sonhar com a minha casa.
    É verdade que tem contas e boletos, mas é ótimo ter o cantinho da gente.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  8. Já tive um sonho de morar sozinha, na época não deu, os sonhos vem e vão, mas cabe a gente nunca para de desistir deles, sua determinação será seu ponto principal. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Meu deus, meio que me identifiquei com esse texto, tenho vários sonhos e nenhum deles é morar sozinha, eu tinha um sonho de comprartilhar casa com uma amiga, acontece que nós nos zangamos de vez e então só sobra conhecer gente nova verdadeira e de confiança para morar junto, espero um dia encontrar um amor verdadeiro e que possa compartilhar os meus sonhos com essa pessoa.
    Bom Post, amei...
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir