Seja forte, eles dizem...



leia escutando: 

Ela olhava todos os dias para o sol esperando que uma boa notícia chegasse de alguma maneira, sem a mínima ideia de como chegaria. O importante era continuar acreditando que as coisas melhorariam dali pra frente, em pequenos detalhes, talvez nem perceptíveis, mas que daqui um tempo faria toda a diferença. 

E na verdade, ela viajava todos os dias sem sair do lugar, ficava imaginando como seria estar realizando e vivendo todos os tantos outros sonhos que se faziam presente todos os dias, mas que por vários motivos não conseguira realizar ainda. 

Era gostoso demais pra ela, sentar no sofá vermelho próximo da janela e ver através da cortina o sol entrando sem pedir licença e após ir pro quarto, abrir a cortina verde quase transparente e a janela para ouvir os passarinhos e deixar o sol entrar. 

Sentir o sol na pele é a melhor sensação, de tão gostosa, fechar os olhos ao sentir aumentava mais ainda. Pensar involuntariamente nas coisas que deseja todos os dias, faz com que tenha ansiedade, que queira pra ontem, que por mágica ao estalar dos dedos tudo aconteça, ou quem sabe uma parte para que afaste um pouco da tristeza diária.

Nos últimos meses aprendeu a controlar um pouco da ansiedade, que aparecia todos os dias, mesmo quando raramente não estava pensando em nada. Dormir mais do que o esperado ajuda bastante, ver imagens aleatórias de coisas que gosta, ver vídeos sobre assuntos que não tem nada a ver com os seus pensamentos diários, além de outras coisas que está descobrindo que também ajudam. 

E por mais que sempre leia em todos os lugares possíveis "que não temos o poder de controlar tudo que está ao nosso redor", continua acreditando que sim, podemos controlar uma parte e essa grande pequena parte irá fazer diferença sempre, todos os dias praticando no final do mês irá fazer toda a diferença. E que o importante de tudo é não desistir de nada do que acredita.



Me siga nas redes sociais: Facebook | Instagram | Twitter
Me ajude a continuar produzindo conteúdos pra você: Apoie o Mundo de Nati


0 Comentários